skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
01 dezembro 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Academia Baltic Neopolis (Guimarães Clássico)

Música (Clássica)
Redação
Cultura \ quarta-feira, agosto 18, 2021
© Direitos reservados
Na abertura do festival de música clássica, "performance" de jovens músicos polacos interpreta obras de Schubert e de Brahms para pequenos grupos de instrumentos de cordas.

A Basílica de São Pedro, no Toural, vai receber seis elementos da academia da Baltic Neopolis Orchestra para um concerto que vai revisitar algumas das obras mais reconhecidas na história para pequenos grupos de instrumentos de cordas. 

Intitulada "Grandes obras de música de câmara", a performance vai abrir o Guimarães Clássico na quarta-feira, a partir das 19h00, com composições de Schubert e de Brahms, mas também de Ernst von Dohnányi e de Romuald Twardowski, compositor da Polónia, o país da Baltic Neopolis Orchestra. 

Fundada em 2008, em Szczecin, urbe no noroeste do país, na costa do Báltico, a orquestra de cordas realizou desde então centenas de concertos por todo o mundo, tendo sido distinguida com o "melhor álbum de música de câmara" nos principais prémios de música da Polónia, os Fryderyk - primeiro nome de Chopin na forma polaca -, em 2015. 

A orquestra refere que a sua "identidade artística" foi moldada por vários músicos, com destaque para o violinista Vasko Vassilev, diretor artístico desde 2015. A academia é um projeto para criar a ponte entre a fase final dos estudos e o início da carreira de músicos polacos. A partir de dezenas de candidaturas de todo o país, a academia escolhe os jovens músicos para preencher as vagas disponíveis. Os selecionados têm acesso a "um intenso programa de concertos e formação com importantes artistas".

Neste concerto em Guimarães, de entrada gratuita, mas limitada ao espaço, segundo as normas em vigor da Direção-Geral da Saúde, vão atuar Nela Zaforemska (violino e viola d'arco), Zuzanna Remiorz (violino), Piotr Kosarga (violino), Karolina Bednarz (viola d'arco), Jakub Gajownik (violoncelo) e Monika Krasicka-Gajownik (violoncelo). 

 

Alinhamento do concerto

Franz Schubert
Quinteto de cordas em Dó maior D. 956
Allegro ma non troppo

Romuald Twardowski
Invocazione e Capriccio para dois violoncelos

Ernst von Dohnányi
Serenata em Dó maior op. 10 para trio

Johannes Brahms
Sexteto em Si maior op. 18 nº 1

Scherzo
Allegro Molto

Rondo
Poco Allegretto e Grazioso

 

Basílica de São Pedro (Toural) / 19:00
Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #38