skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
01 dezembro 2021
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Filmes de Sarah Maldoror

Cinema
Redação
Cultura \ sábado, maio 29, 2021
© Direitos reservados
Exibição dos filmes "A Bissau, Le Carnaval" (1980) e "Et les Chiens se taiseient" (1978).

Sarah Maldoror, nascida na cidade francesa de Condon, em 1939, sob o nome de Sarah Ducados, filha de mãe francesa e pai antilhano. Sarah Maldoror foi uma pioneira do cinema pan-africano. Em Paris, fundou o grupo de teatro Les Griots e adaptou ao palco obras de Jean Paul Sartre e Jean Genet. Estudou cinema em Moscovo, foi companheira do ativista político angolano Mário Pinto de Andrade e amiga dos poetas Aimé Césaire, Léopold Sédar Senghor, Frantz Fanon e Richard Wright. Da sua obra, salientam-se Monangambee (1969) e Sambizanga (1972), um dos primeiros filmes africanos de ficção realizados por uma mulher. Radicada em Paris, realizou documentários que retratam Aimé Césaire, a artista Ana Mercedes Hoyos, o escritor Leon G. Damas ou a actriz e cantora Toto Bissainthe, expandindo o horizonte da história cultural negra. Faleceu em abril de 2020, aos 91 anos, vítima de Covid-19.

_ Sessão comentada por Paulo Cunha, Doutor em Estudos Contemporâneos pela Universidade de Coimbra, docente de Cinema na Universidade da Beira Interior, investigador do CEIS20-UC e programador no Cineclube de Guimarães e nos festivais internacionais de cinema Curtas Vila do Conde e Porto/Post/Doc.

CIAJG / Guimarães / 15:00
Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #16