skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
03 dezembro 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Guimarães em Debate #42 - Ricardo Costa, presidente da concelhia PS

Redação
Multimédia \ sexta-feira, outubro 21, 2022
© Direitos reservados
O Guimarães em Debate conta com a presença de Ricardo Costa, novo líder do PS de Guimarães. O ex-vereador junta-se ao painel habitual e refere que “está disponível para os combates futuros”

O presidente da comissão política concelhia do PS de Guimarães, eleito a 8 de outubro, mostrou-se convicto que a divisão do partido nas duas candidaturas terminou no dia da eleição para a concelhia e que os políticos e os partidos “devem estar à altura dos desafios que Guimarães” enfrenta e enfrentará nos próximos anos.

As eleições autárquicas de 2025 terão um “PS forte e unido” e que na altura certa saberá “quem levará ou não”, tendo presente que a renovação política não se coaduna com “perseguição”, mas com a legitimidade de quem foi eleito numa das maiores concelhias socialistas do país.

Carlos Caneja Amorim “apreciou” a forma resiliente como Ricardo Costa esteve nas eleições da concelhia do PS, ainda mais “pela forma como saiu da vereação. No entanto, não deixou de apontar que o facto de o PS falar tanto de paz é porque “existe guerra” interna, deixando a dúvida se a “divisão não é irreversível”. Projetando o futuro, referiu que o PSD não tem conseguido ganhar as autárquicas, mas terá de saber ganhar contra Ricardo Costa em 2025, sabendo-se da existência de dois perfis de liderança dentro do partido socialista local.

Mariana Silva alinhou por este diapasão, reforçando a ideia de que os “recados internos” para os socialistas deixam antever fortes preocupações internas: “Estranho que se fale tanto em unir o PS e que seja necessário apelar à paz.”
Salientou ainda que, apesar de surgirem duas correntes às eleições, estas não se distinguiram pelo que “fizeram no passado”, pois “Ricardo Costa esteve oito anos como vereador”.

Francisco Teixeira começou por rebater algumas das ideias acima referidas, afirmando que “foram quase dois mil socialistas que escolheram entre dois candidatos socialistas”, por isso, naturalmente, as ideias fundamentais do partido estavam presentes nessas candidaturas. Sobre Ricardo Costa acrescentou que este “venceu porque trabalhou muito e tem legitimidade para governar”. Não tem dúvidas de que o candidato que tinha como lema “Construir 2025, Reforçar a Confiança" irá reconciliar o partido, “que é o que já está a acontecer”.

Guimarães em Debate, moderado por António Magalhães, numa edição a não perder e que poderá ser vista no nosso canal do Youtube e ouvir em podcast no Spotify.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #38