skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
25 julho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Guimarães em Debate #94 | Legislativas 2024 – Pedro Teixeira Santos (IL)

Redação
Política \ sexta-feira, fevereiro 02, 2024
© Direitos reservados
Vimaranense mais bem colocado na lista da IL por Braga defende privatização da TAP, melhor serviço da CP, eventualmente em concorrência, e coabitação entre o SNS e os serviços privados de saúde.

Número três da lista da Iniciativa Liberal (IL) pelo círculo de Braga às Eleições Legislativas de 10 de março, Pedro Teixeira Santos defende que a redução de impostos é o caminho mais adequado para Portugal entrar numa rota de “crescimento económico imediato”, numa sessão do Guimarães em Debate na qual abordou a habitação, o funcionamento das empresas públicas, a mobilidade – nacional e regional – e a saúde.

Sem qualquer atividade política até 2021, apesar da participação associativa no núcleo de estudantes de gestão na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, Pedro Teixeira Santos aderiu ao partido após as mais recentes Eleições Presidenciais e defendeu que “uma grande parte das empresas nacionalizadas deve ser privatizada”, face aos gastos e “má gestão”, mesmo reconhecendo espaço para serviços públicos.

Embora não tenha esclarecido se defende a privatização da RTP ou da Caixa Geral de Depósitos, o deputado na Assembleia Municipal de Guimarães é a favor da privatização da TAP. “A TAP é um excelente exemplo de uma empresa que não deveria ser pública, que rouba muito dinheiro dos bolsos dos contribuintes. Digo isso a partir do momento em que o dinheiro é usado de forma indevida, sem qualquer contrapartida”, disse, à conversa com um painel formado por Francisco Teixeira e Torcato Ribeiro. O outro membro que habitualmente compõe esta versão do programa, Eduardo Fernandes, não pôde estar presente.

Defendeu também que a CP não é competitiva, face aos inúmeros atrasos e cortes de linhas, e sugeriu que o Estado poderia manter a possa da infraestrutura ferroviária, mas abrir a circulação a mais empresas, com vista a uma melhoria dos serviços e à quebra dos preços. Prometeu também defender o regresso do Alfa Pendular a Guimarães, a título pessoal, se for eleito deputado.

Quanto à crise da habitação, defendeu uma solução com modalidades várias – a habitação pública pode ser uma delas – e defendeu uma lógica de competitividade dos serviços públicos e privados na saúde, tendo mencionado o caso do Hospital de Braga. “Quando o Hospital de Braga deixou de ser PPP, deixou de ser um dos melhores hospitais e passou a ser um dos hospitais com mais problemas”, disse.

Esta é a primeira de quatro sessões com os vimaranenses mais bem colocados nas listas dos partidos que elegeram deputados pelo círculo de Braga nas Eleições Legislativas de 2022. Na próxima semana, o Guimarães em Debate recebe Nuno Vaz Monteiro, o vimaranense mais bem colocado na lista do Chega, terceira força mais votada no distrito há dois anos.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73