skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
25 julho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

2023 EM REVISTA | Hemodinâmica abre em ano de Couros a Património Mundial

Redação
Sociedade \ domingo, dezembro 31, 2023
© Direitos reservados
No ano em que Couros, a Capital Verde Europeia, o Serviço de Hemodinâmica do hospital ou a suspensão do vereador Nelson Felgueiras sobressaíram, quais são, para si, os principais momentos de 2023?

Enquanto cidade Património Mundial, Guimarães é hoje praticamente o dobro daquilo que era no início de 2023. A candidatura do bairro de Couros à UNESCO, com extensão do centro histórico entre muralhas, classificado desde 2001, foi aprovada na 45.ª Sessão Alargada do Comité do Património Mundial, em Riade, capital da Arábia Saudita. A cidade-berço passou a ter 38,4 hectares de área classificada.

Esse acontecimento sobressai num ano marcado pela abertura da Unidade de Hemodinâmica do Hospital Senhora da Oliveira (HSOG), em 29 de março, como corolário de um processo iniciado em 2018 com vários impasses e lamentos dos responsáveis políticos quanto à demora de respostas do Governo e até à postura do Hospital de Braga. O serviço começou, aliás, a funcionar numa articulação entre o HSOG e o Hospital de Braga.

Guimarães falhou, por outro lado, o desígnio de se tornar Capital Verde Europeia em 2025. Escolhida para o lote das três finalistas entre 12 cidades, a par de Vilnius (Lituânia) e de Graz (Áustria), a cidade-berço viu a Comissão Europeia escolher a candidatura da capital da Lituânia numa sessão decorrida em 05 de outubro, em Talinn, capital da Estónia e Capital Verde Europeia em 2023. O presidente da Câmara, Domingos Bragança, anunciou a intenção de nova candidatura para 2026.

O ano fica também marcado pela suspensão temporária do vereador Nelson Felgueiras, devido a uma mensagem do treinador e dirigente da KTF Team, Ivo Cardoso, para um grupo de WhatsApp com atletas do clube, tendo anexa uma ficha de inscrição para militante do Partido Socialista e uma mensagem a reconhecer a ajuda do responsável político e a sugerir que também ele precisa de ajuda.

A contestação cívica e da oposição política em Guimarães à via do Avepark foi outro tema com realce ao longo do ano, culminando numa ação do Ministério Público no Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga que pode atrasar ainda mais o projeto, face à possível perda de financiamento do PRR.

A Câmara terminou o ano com a aprovação do maior Orçamento Municipal de sempre para 2024: 175 milhões de euros.

 

A retrospetiva de 2023 em Guimarães:

JANEIRO

- Toni do Penha condenado a sete anos de prisão por crime de exposição ou abandono na morte de Fernando Ferreira "Conde", agredido e lançado ao rio Ave em 08 de janeiro, em Santo Estêvão de Briteiros. O seu corpo apareceu 14 dias depois, na freguesia de Barco.

- Professores realizam marcha pela escola pública em 25 de janeiro, no âmbito da greve mobilizada pelo Sindicato de Todos os Professores (STOP).

- Morreu Moncho Rodríguez, encenador de "A Grande Serpente", peça na origem do Teatro Oficina, exibida em 1994 e recriada em 2022.

- Mickaël de Oliveira assume a direção artística do Teatro Oficina até 2024, sucedendo a Sara Barros Leitão. A companhia segue o modelo de diretores artísticos convidados. 

- Hermenegildo Abreu volta a ser 1.º Comandante dos Bombeiros Voluntários das Taipas.

- Câmara Municipal adquire acervo da Foto Beleza, com 10 mil imagens dos séculos XIX e XX

 

FEVEREIRO

- Um ano depois da invasão a larga escala da Ucrânia pela Federação Russa, Guimarães tinha acolhido 234 refugiados ucranianos.

- Guimabus revela ter transportado 4,3 milhões de pessoas em 2022, primeiro ano da concessão do serviço público de transporte de passageiros em Guimarães.

- Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga anula expropriação de terreno pela Câmara Municipal para construir rotunda na reta de Toriz, na Estrada Nacional 101, em Ponte, no âmbito da execução da via do Avepark.

- Estado assina protocolo de apoio ao projeto Bússola, de acompanhamento e apoio psicológico a pessoas da comunidade LGBTQIA+, sediado na Casa do Povo de Fermentões.

- Os auditórios de Guimarães acolhem a 12.ª edição do GUIdance, festival de dança contemporânea, e a primeira do Courage Club, festival de música com chancela da organização de Paredes de Coura.

 

MARÇO

- Unidade de Hemodinâmica do Hospital Senhora da Oliveira inicia atividade em 29 de março. Alvo de um investimento de dois milhões de euros, angariados através da Liga dos Amigos do Hospital Senhora da Oliveira e de mecenato, o processo estava em curso desde 2018 e conheceu vários impasses.

- Unidade operacional da Universidade das Nações Unidas continua em Couros depois de aprovado um acordo suplementar de 4,7 milhões de euros na Assembleia da República.

- Movimento cívico STOP Via do Avepark protesta contra o projeto na primeira edição da iniciativa VitrusTalks, com a presença do Secretário de Estado do ambiente, Hugo Pires.

- Morre o procurador do Tribunal da Relação de Guimarães, Luís Felgueiras, que esteve envolvido na criação do sistema judicial de Timor-Leste enquanto membro de uma equipa da ONU.

- Sobreiro de Guardizela é considerada a Árvore do Ano em Guimarães.

- Inaugurada no Centro Internacional das Artes José de Guimarães a exposição "Interminável", de Artur Barrio, figura de proa da arte contemporânea a partir da segunda metade do século XX.

 

ABRIL

- Morre João Serra, historiador, programador cultural e presidente da Fundação Cidade de Guimarães durante a Capital Europeia da Cultura, em 2012.

- Apresentada, em Coimbra, a estátua de D. Afonso Henriques esculpida pelo vimaranense Dinis Ribeiro. Iniciativa da Grã Ordem Afonsina e da Fundação Rei Afonso Henriques, a obra foi entregue à cidade de Zamora.

- Comarca de Braga recomenda transferência do Juízo Central Criminal de Guimarães para Vila Nova de Famalicão. Concelhias de partidos vimaranenses opõem-se à sugestão.

- Festival de música rock Westway Lab, com concertos, residências artísticas e conferências, atinge a 10.ª edição.

 

MAIO

- Ministra da Justiça, Catarina Sarmento e Castro, anuncia aprovação do novo edifício para o Tribunal Judicial de Guimarães, após reunião do Conselho de Ministros em Braga, no âmbito da iniciativa Governo + Próximo. Obra está projetada para o Parque da Cidade, com um investimento entre os 10 e os 12 milhões de euros.

- Escola Secundária de Caldas das Taipas acolhe assinatura dos contratos dos primeiros 104 Centros Tecnológicos Especializados (CTE), a pensar no ensino profissional, com a presença do Ministro da Educação, João Costa. A escola vimaranense vai ter um CTE de cariz industrial.

- Jorge Cotter, médico vimaranense do Hospital Senhora da Oliveira, recebe Prémio Nacional de Medicina Interna.

- Projeto "Fertile Futures", da arquiteta vimaranense Andreia Garcia, inaugurado na Bienal de Veneza.

- Universidade do Minho homenageia astronauta e antiga administradora da NASA, Dana Newman.

 

JUNHO

- Vereador Nelson Felgueiras com pelouros temporariamente suspensos, na sequência de uma mensagem do treinador e dirigente da KTF Team, Ivo Cardoso, para um grupo de WhatsApp com atletas do clube, tendo anexa uma ficha de inscrição para militante do Partido Socialista e a mensagem: "O vereador do desporto precisa um pouco da nossa ajuda. Como tem ajudado no que pode, cabe-nos retribuir”. O presidente da Câmara, Domingos Bragança, assumiu esses pelouros, e abriu uma auditoria aos apoios municipais ao desporto nos últimos três anos.

- Comemorações do 24 de Junho - Dia Um de Portugal no Campo de São Mamede, com a presença do ministro da Economia. António Costa e Silva lamentou o crónico individualismo da sociedade portuguesa e alertou para a revolução tecnológica em curso. Feira Afonsina contabiliza cerca de 250 mil visitantes.

- Inauguração da requalificação do Castro de Sabroso, núcleo arqueológico referente à Idade do Ferro, na União de Freguesias de Sande São Lourenço e Balazar.

- Iniciam-se as obras do Posto Territorial da GNR de Lordelo, ambição reiterada há vários anos pelos órgãos de poder local - Câmara Municipal e Junta de Freguesia.

- Financiamento de dois milhões de euros garante centro de formação de joalharia em Campelos.

- Os Festivais Gil Vicente realizam-se pela 35.ª vez, numa edição voltada para o teatro emergente em Portugal.

- Confraria Terras de Vimaranes apresenta-se à comunidade no Paço dos Duques de Bragança. Organização quer promover tradições gastronómicas do território.

 

JULHO

- Arciprestado de Guimarães e Vizela recebe cerca de 700 peregrinos no âmbito da Jornada Mundial da Juventude. Quase todos oriundos da Diocese de Nanterre, na região de Paris, em França, esses jovens participaram nos Dias nas Dioceses, entre 26 e 31 de julho, com a Penha e a Basílica de São Torcato a sobressaírem entre os palcos para as atividades.

- Rock in Rio Febras, em Briteiros, recebe mais de quatro mil pessoas, mais do dobro da primeira edição, em 2022. A iniciativa da Casa do Povo de Briteiros saltou para a ribalta nacional depois de notificada para alterar o nome pela organização do megafestival Rock in Rio. A circunstância gerou uma onda de simpatia para com um festival realizado com prata da casa, que cresceu e obrigou a uma logística praticamente nova.

- Guimarães sinaliza 86 pessoas em situação de sem-abrigo no âmbito do projeto Portas Abertas.

- Associação Familiar Vimaranense, criada no âmbito do movimento mutualista, celebrou 115 anos.

- A cantora paquistanesa Arooj Aftab, vencedora de um Grammy em 2022, encerrou a temporada de programação 2022/23 do Centro Cultural Vila Flor em 04 de julho.

 

AGOSTO

- Centenário do nascimento de Joaquim Santos Simões, referência cívica, política e cultural de Guimarães na segunda metade do século XX. Nascido em 12 de agosto de 1923, em Espinhal, concelho de Penela, o professor de matemática opôs-se ao Estado Novo e dinamizou várias associações vimaranenses. Ao longo de 2023, várias instituições evocaram a sua memória.

- Despedimento de 60 trabalhadores na BeStitch e encerramento de outras empresas têxteis, num ano marcado pela quebra de encomendas e de receita nas exportações do setor. A empresa BeStitch apresentou depois um PER em tribunal.

- Pelo menos 348 peregrinos do Arciprestado de Guimarães e Vizela participaram na Jornada Mundial da Juventude de Lisboa, entre 01 e 06 de agosto, que reuniu cerca de 1,5 milhões de pessoas dos quatro cantos do globo.

- Política Judiciária detém presumível autor de violação na rua Doutor José Sampaio e investiga associação a casos prévios de violação em Guimarães. Suspeito ficou em prisão preventiva.

- Gualterianas estendem-se até 07 de agosto, com a Marcha Gualteriana a atrair dezenas de milhares de pessoas às ruas, com os seus nove carros alegóricos.

- Centenário do nascimento de Fernando Távora, arquiteto que coordenou a requalificação do centro histórico intramuros de Guimarães, além de outros projetos na cidade-berço.

- Morrem José Casimiro Ribeiro, antigo opositor do Estado Novo e dirigente associativo em Guimarães, e Alberto Meireles Graça, autor de vários pregões nas Nicolinas.

 

SETEMBRO

- A UNESCO aprova a extensão da área classificada como Património Mundial em Guimarães à área de Couros. A consagração daquele território ligado aos curtumes desde a Idade Média, com apogeu da indústria nos séculos XIX e XX antes do seu desaparecimento, foi aprovada em 19 de setembro, em Riade, na Arábia Saudita.

- Inauguração do supercomputador Deucalion no campus de Azurém da Universidade do Minho, com a presença do primeiro-ministro António Costa. Projeto mereceu um investimento de 20 milhões de euros.

- Ação do Ministério Público coloca via do Avepark em tribunal. Demora do processo pode deixar projeto sem financiamento de 39 milhões de euros ao abrigo do PRR, programa válido até 2026.

- Guimarães atinge pico anual de desemprego no IEFP, com 6.697 pessoas inscritas.

- Assembleia Municipal aprova moção contra reorganização da gestão do património do Estado na empresa Museus e Monumentos de Portugal, que passa a abranger, a partir de 01 de janeiro de 2024, o Castelo de Guimarães, o Paço dos Duques de Bragança e o Museu de Alberto Sampaio.

- Centro Cultural Vila Flor assinala 18 anos, com estreia da peça de teatro "Palco Principal", num mês em que se concluiu o Banhos Velhos com mais público de sempre, em Caldas das Taipas, e em que o Sonus Art Fest, para bandas emergentes, se projetou. 

 

OUTUBRO

- Guimarães falha nomeação como Capital Verde Europeia em 2025, depois de escolhida como finalista, em junho, a par de Graz (Áustria) e de Vilnius (Lituânia), a partir de uma lista de 12 cidades. A Comissão Europeia elegeu a capital da Lituânia. 

- Tempestade Aline causa vários estragos na cidade, nomeadamente em Couros e na Central de Camionagem.

- Começa a ser construída escola-hotel do IPCA, em Creixomil, no âmbito de obra adjudicada por 15,5 milhões de euros. O projeto de arquitetura fora apresentado em janeiro de 2021.

- Inaugurado o Laboratório Associado em Sistemas Inteligentes (LASI), plataforma sediada em Couros que servirá para congregar investigadores e dar maior escala a projetos de inteligência artificial realizados a partir de Portugal.

- O grupo de construção Casais anuncia um investimento de 167 milhões de euros com o Minho Technology and Innovation Hub (MITH), vocacionado para habitação, empresas start-up e espaços de trabalho colaborativo.

- Guimarães recebe o reitor da Universidade das Nações Unidas, Tshilidzi Marwala.

 

NOVEMBRO

- O primeiro-ministro, António Costa, demite-se do cargo após buscas da PSP ao seu chefe de gabinete no âmbito de um processo para futura exploração de lítio. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, dissolve a Assembleia da República e marca Eleições Legislativas para 10 de março.

- Aprovado Orçamento Municipal de 175 milhões de euros para 2024

- Devolvidos os pelouros a Nelson Felgueiras, após auditoria concluir que não houve quaisquer favorecimentos a entidades desportivas nos subsídios atribuídos nos últimos três anos.

- Pastelaria Clarinha e Café Milenário, espaços emblemáticos do Toural, assinalam 70 anos.

- Mucho Flow, festival de música alternativa de Guimarães, atinge a 10.ª edição, a maior de sempre e aquela com mais público. Guimarães Jazz desenrola-se com salas cheias ou quase cheias ao longo de 10 dias.

- Nicolinas voltam a ocupar ruas de Guimarães. O Pinheiro foi erguido, como sempre, em 29 de novembro, numa noite de chuva.

 

DEZEMBRO

- Câmara anuncia investimento de 3,5 milhões de euros em 10 anos para transporte a pedido. 

- Fundada em 2007, com cunho vimaranense e uma das unidades a funcionar no AvePark, a empresa de moda online Farfetch é vendida ao grupo sul-coreano Coupang por 500 milhões de dólares, após entrar em risco de falência. Em 2018, entrara na Bolsa de Nova Iorque.

- Espetáculo "A Conspiração da Igualdade", no âmbito do V Festival de Canto Lírico de Guimarães e da tetralogia operática relativa às Constituições de Portugal, é o último espetáculo de 2023 no Centro Cultural Vila Flor.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73