skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
07 junho 2023
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

“Abril com cantigas do Maio” apresentado para “recordar o legado”

Redação
Cultura \ segunda-feira, abril 11, 2022
© Direitos reservados
Adriano Correia de Oliveira, José Mário Branco e Circultura são o mote deste ano do evento que celebra a liberdade.

A Câmara Municipal de Guimarães apresentou esta segunda-feira, no Círculo de Arte e Recreio, o programa da edição deste ano de “Abril com Cantigas de Maio”. Este ano, são três os temas de rememoração escolhidos pelas entidades que organizam o evento, nomeadamente Adriano Correia de Oliveira, na passagem do 80º do seu nascimento, José Mário Branco e a iniciativa cultural vimaranense dos anos 80, Circultura.

Paulo Lopes Silva, Vereador da Cultura, destacou a colaboração que este ano foi encetada com o Centro Adriano Correia de Oliveira, que terá como resultado um concerto em comemoração dos 80 anos do músico português, que terá lugar no Teatro Jordão, e que se realizará no Dia Internacional do Jazz, bem como o facto de, e após o levantamento de restrições resultantes da pandemia, o concerto “Sons da Liberdade” poder contar com um coro formado pela comunidade vimaranenses, intitulado “Coro da Liberdade”. Para o vereador, transmitir os valores democráticos às novas gerações é um dos objetivos do evento, numa altura em que se apela à capacidade de resistir perante os ataques de que estes são alvo nos dias de hoje. Paulo Lopes Silva disse que é importante “recordar o legado” para que não sejam cometidos erros.

Destaque ainda para o aspeto colaborativo da construção destas comemorações que, ano após ano, têm vindo a envolver mais associações e a utilizar os espaços nobres de consumo cultural da cidade, como são exemplo este ano o Teatro Jordão, o CCVF e as sedes das associações. O espaço público também não é esquecido, com a participação da Escola de Música do Círculo de Arte e Recreio no centro da cidade.

A entrada nos eventos é gratuita, sujeita ao limite de lotação dos espaços, exceto o concerto “Sons da Liberdade”.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #52