skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
20 julho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Aluna da ETAP Escola Profissional foi eleita Melhor Jovem Chef do Minho

Redação
Cultura \ sexta-feira, fevereiro 11, 2022
© Direitos reservados
Beatriz Coelho, aluna da ETAP Escola Profissional, foi eleita Melhor Jovem Chef do Minho e vai representar a região ao European Young Chef Awards (EYCA), que terá lugar na Noruega.

Está concluída a 4ª Edição do Minho Young Chef Awards ( MYCA), que decorreu entre os dias 8 e 10 de fevereiro, no Multiusos de Guimarães. Beatriz Coelho, aluna da ETAP Escola Profissional, foi eleita Melhor Jovem Chef do Minho e vai representar a região ao European Young Chef Awards (EYCA), que terá lugar na Noruega.

Foram a concurso 23 alunos, de 10 escolas, das três Comunidades Intermunicipais que compõe o Consórcio Minho Inovação, alcançando um recorde de participação.

O dia da grande final, nomeou os Jovens Chefs das categorias de Cozinha, Pastelaria e Sala & Bar. Os vencedores foram anunciados pelos Primeiros Secretários das Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, Cávado e Ave, respetivamente, sendo que a Melhor Jovem Chef do Minho foi anunciada pela Vice-Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Adelina Pinto. Numa intervenção surpresa, a Eurodeputada Isabel Estrada Carvalhais não deixou de dar os parabéns a todos os participantes e ofereceu uma viagem ao Parlamento Europeu aos três vencedores.

Na categoria de Sala & Bar, Joana Pereira, da Escola de Hotelaria e Turismo de Viana do Castelo, foi a grande vencedora, sendo ainda distinguida com os prémios de Melhor Serviço de Cerveja Artesanal e Melhor Serviço de Cafetaria. Tomás Marques, da Escola de Hotelaria e Turismo de Viana do Castelo, venceu na categoria de Cozinha, com umas “Santas Sardinhas”, uma alusão ao S. Pedro, S. João e Sto. António. Na categoria de Pastelaria, Beatriz Coelho destacou-se com umas “meias luas do século XXI”, numa desconstrução inspirada nas meias luas de Viana.

Adelina Pinto, enalteceu a qualidade dos jovens que se apresentaram a concurso e lembrou que o trabalho que o Consórcio Minho In tem desenvolvido, através da união das Comunidades Intermunicipais do Ave, Alto Minho e Cávado, é fundamental para a promoção do território.

Os prémios dos vencedores foram criados e produzidos pela Mariana Loureiro, aluna do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave.

Artigos relacionados

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73