skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
01 dezembro 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Alunos regressam às escolas dia 10. "É a melhor solução", diz Adelina Pinto

Pedro C. Esteves
Educação \ quarta-feira, janeiro 05, 2022
© Direitos reservados
A comunidade escolar poderá acorrer ao centro de vacinação no fim de semana e vacinar-se em regime de “casa aberta”. Vereadora espera casos positivos, mas realça "grande número" de crianças vacinadas.

“Os miúdos precisam de regressar à escola”. Adelina Paula Pinto abordou o regresso dos alunos aos estabelecimentos de ensino agendado para a próxima segunda-feira, dia 10 de janeiro. A vereadora da Educação da Câmara Municipal de Guimarães alertou para as “dificuldades” nas primeiras semanas do segundo período, mas sublinhou o “grande número de crianças vacinadas” no concelho.

“Ninguém tem a consciência do mal que faz estar em confinamento. Vamos ter alguns problemas nestas primeiras semanas, porque os números são obviamente muito elevados e vamos ter casos positivos nas escolas”, vincou a vereadora.

À margem da inauguração das obras na EB1 de Casais, em Brito, Adelina Paula Pinto recordou que as escolas durante o primeiro período funcionaram a meio gás e que agora, “com as crianças vacinadas e professores e o pessoal não docente a fazerem o reforço da vacinação”, o regresso é a “melhor solução”.

Para um último reforço, a comunidade escolar poderá acorrer ao centro de vacinação, em Azurém, e vacinar-se em regime de “casa aberta”. “Está-se a organizar tudo para reduzir o risco. Já temos um know how muito grande para fazermos as bolhas e não colocarmos os alunos em grande risco. É um trabalho suplementar para a escola, mas é importante que as crianças regressem”, sublinhou.

Junta-se ao esforço de vacinação as testagens “para pessoal docente e não docente”. “Estamos só a aguardar a marcação de dia por parte do laboratório. Abarca todo o agrupamento de escolas entre o dia 10 e o dia 21”, referiu.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #38