skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
21 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Álvaro Pacheco: “A equipa conseguiu ultrapassar os maus momentos”

Redação
Desporto \ quinta-feira, janeiro 11, 2024
© Direitos reservados
Técnico admite que a equipa passou por alguns momentos menos bons frente ao Penafiel, mas acabou por responder bem. Quer jogar no D. Afonso Henriques na próxima eliminatória.

O Penafiel apresentou-se tranquilo em Guimarães, passando o “nervosismo e a responsabilidade” para o Vitória na ótica de Álvaro Pacheco. Admitindo que a sua equipa passou por alguns momentos de dificuldade, o técnico salienta a forma como conseguiu recompor-se.

“O Penafiel tem vindo a crescer e neste último mês tem tido boas prestações. Com esse crescimento, jogar aqui na Taça de Portugal, deixa-os tranquilos. Foi o que fizeram, passaram o nervosismo e a responsabilidade para nós”, começou por dizer Álvaro Pacheco na conferência de imprensa após o jogo.

Foi, então, a reação que deixou o treinador mais agradado: “Lidámos bem com essas contrariedades, há qualidade no Penafiel, ao estender o nosso jogo criámos espaços entre linhas, perceberam isso, mas a nossa equipa conseguiu ultrapassar esses momentos. O que me deixa satisfeito é que mais uma vez os jogadores que entram, entraram focados, concentrados e determinados. O jogador que entra faz o golo; foi fundamental para continuarmos na Taça”.

Questionado pelos jornalistas, o treinador explicou as saídas de João Mendes e de Tiago Silva, e o que procurou nesse momento. “Penso que estávamos a procurar um jogo muito associativo, com muitas ligações e a atacar a profundidade. O João Mendes estava no sítio certo, mas as coisas não estava a sair como queria. A saída do Tiago surge atendendo à gestão das cargas, ao jogo ficar partido e o Handel é muito forte no jogo posicional, para nos dar maior estabilidade. Foi o que aconteceu, a equipa começou a pegar no jogo, marcámos e criámos mais oportunidades. Marcámos pelo Jota, penso que podíamos ter feito mais golos, mas equipa manteve-se equilibrada”.

Relativamente ao sorteio dos quartos-de-final, que se realiza na segunda-feira, Álvaro Pacheco prefere jogar em casa, no D. Afonso Henriques. “Estar nesta competição é fator de muito orgulho. É uma prova em que queremos ir o mais longe possível. Relativamente ao sorteio, a única coisa que gostava, se pudesse escolher, era joga casa”, frisou.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73