skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
29 fevereiro 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Álvaro:“Se não formos corajosos e determinados, dificilmente iremos vencer”

Tiago Mendes Dias
Desporto \ quarta-feira, fevereiro 07, 2024
© Direitos reservados
Convencido de que o embate de quinta-feira, para a Taça de Portugal, será diferente do jogo entre vitorianos e gilistas para o campeonato, treinador admite que é preciso melhorar face a essa partida.

A prova rainha está de volta e o meritório trajeto do Vitória na Liga Portugal Betclic não entra nas contas: a equipa de Álvaro Pacheco acabou de derrotar o Vizela e soma 39 pontos em 20 jornadas, mas uma derrota na quinta-feira significa a frustração de um dos dois objetivos que ainda resta na presente temporada. O adversário é o Gil Vicente, o último clube a derrotar os homens de Guimarães para o campeonato, há 10 dias, mas o timoneiro vitoriano perspetiva um jogo diferente, acima de tudo porque é a eliminar.

“É uma prova diferente, a eliminar. Se não formos eficazes, se não formos corajosos e determinados em busca da vitória e se ficarmos à espera que o triunfo venha ter connosco, dificilmente iremos vencer”, realçou, na antevisão ao duelo dos quartos de final da Taça de Portugal, marcado para as 18h45 de quinta-feira, na cidade berço.

O técnico de 52 anos pede, por isso, aos seus jogadores para se lembrarem da sua prestação nessa desafortunada viagem a Barcelos, para melhorarem comportamentos e para serem “mais acutilantes e letais na finalização”.

Munido de “uma grande motivação” para garantir a primeira meia-final em sete anos, o Vitória deve-se focar nas suas forças para “superar as suas debilidades e fraquezas” perante um adversário que espera “muito mais corajoso” face ao duelo do campeonato, precisamente pelo facto de estar em causa “uma prova a eliminar”, onde “não há oportunidades para recuperar”.

“É uma prova que estimamos muito, com significado muito grande para esta instituição. Queremos superar um adversário de valia, com qualidade, para estarmos nas últimas quatro equipas da Taça”, reitera.

Álvaro Pacheco descartou ainda qualquer influência do jogo de domingo com o Benfica no escalonamento do onze, tendo prometido apresentar os jogadores “mais preparados”, entre eles Charles, guarda-redes que substituiu Bruno Varela após o intervalo do jogo com o Vizela e que foi titular nos três duelos anteriores da prova rainha – Moncarapachense, Länk Vilaverdense e Penafiel.

O Estádio D. Afonso Henriques é outro pormenor que pode tornar o jogo diferente; Álvaro Pacheco pediu a comparência do público, apesar do horário pouco convidativo: “Na nossa casa, marcamos pela diferença. Os adeptos vão ser muito importantes para continuarmos numa prova de que todos gostamos. Sei que é difícil, mas quem puder que venha diretamente do trabalho para o estádio. E que apareça com camisolas brancas”, referiu.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #69