skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
16 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

“Foco desde o apito inicial até ao fim”: é esse o Vitória que Moreno quer

Tiago Mendes Dias
Desporto \ domingo, fevereiro 26, 2023
© Direitos reservados
Moreno pede aos seus jogadores para perceberem porque perderam em Braga, em dois jogos bem conseguidos, e elogia a recente consistência defensiva, na véspera da receção a adversário competente.

Aproxima-se mais uma edição do dérbi minhoto, agora no Estádio D. Afonso Henriques, casa do Vitória. O embate de segunda-feira à noite, encerramento da jornada 22 da Liga Bwin, é uma oportunidade para os jogadores de Moreno corrigirem as derrotas sofridas em território bracarense, quer para o campeonato (1-0), quer para a Taça de Portugal (3-2). Mas isso exige que o grupo perceba o porquê de não ter conseguido ganhar; por isso, exige um “foco” permanente para o duelo com os arsenalistas.

“Teremos de fazer muito do que fizemos nos dois jogos anteriores com o Sporting de Braga, mas também perceber porque não conseguimos ganhar. O foco tem de existir desde o apito inicial até ao fim. Essa foi uma das coisas que nos fez perder pontos [no campeonato] e uma eliminatória”, disse, na antevisão ao desafio marcado para as 21:15 de segunda-feira.

O treinador projetou assim um jogo “diferente” dos anteriores entre vimaranenses e bracarenses, dois conjuntos que considera “em bom momento”, capazes de proporcionarem “um bom espetáculo”, no “dos dérbis mais apaixonantes do nosso futebol”.

Elogioso para com o “bom campeonato” dos arsenalistas, a seu ver uma equipa “competente”, , Moreno recusou ainda que o próximo adversário se possa apresentar “fragilizado” em Guimarães após ter defrontado a Fiorentina (derrota por 3-2), para a Liga Conferência Europa, na quinta-feira.

“Não espero um Braga fragilizado por isso. No início da época, realizámos um jogo na Croácia [com o Hajduk Split, para a Liga Conferência Europa] a uma quinta-feira e começámos o campeonato no domingo seguinte, em Chaves. A resposta da nossa equipa foi boa, com uma vitória [1-0]”, vincou.

Apesar de os defesas Mikel Villanueva, até agora lesionado, e Ibrahima Bamba, suspenso na jornada anterior, estarem novamente disponíveis, Moreno recusou esclarecer se vai apresentar uma equipa com uma retaguarda de três ou quatro elementos, tendo enaltecido a capacidade vitoriana para evitar sofrer qualquer golo nos três jogos anteriores.

“A questão de não sofrer golos satisfaz-me, mas olho para [a equipa como] um todo. Queremos continuar com este registo, com a baliza a ‘zeros’, e melhorar a eficácia ofensiva. Não temos feito os golos que a nossa equipa merece face à qualidade que tem”, frisou.

Questionado sobre o rendimento de Dani Silva, titular no meio-campo vitoriano há sete jogos consecutivos, numa temporada em que se tem consolidado como jogador de equipa principal, após cinco épocas a jogar em formações secundárias do clube, Moreno vincou que o “mérito” é do jogador de 22 anos.

“Tudo o que está a acontecer ao Dani é muito mérito dele. É um miúdo fantástico. Trabalho com ele desde o meu primeiro dia na equipa B [em abril de 2021]. Há dois anos, não era titular na equipa B. Os ‘louros’ têm de ir para o Dani, mas ele tem de provar todos os dias que merece a oportunidade”, disse.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73