skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
22 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Após duas presenças olímpicas e vários títulos, Rui Bragança finda carreira

Redação
Desporto \ quarta-feira, abril 17, 2024
© Direitos reservados
O vimaranense agradece a “linda viagem” na qual se sagrou campeão europeu por duas vezes e representou Portugal nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e de Tóquio.

Terminou a carreira de Rui Bragança no taekwondo, após duas décadas recheadas de títulos, dois deles em campeonatos da Europa, e coroada com duas participações olímpicas: a do Rio de Janeiro, de 2016, onde atingiu os quartos de final, e a de Tóquio 2020, em 2021, onde só disputou a primeira ronda, sempre na categoria de -58kg.

20 anos que chegam a um belo fim muito há para dizer e prometo tentar pôr em palavras nos próximos dias. Por agora, dizer apenas obrigado a todas as pessoas e instituições que fizeram parte desta linda viagem. Tenho a noção de que sou um sortudo quando olho para estes anos e tenho dificuldade em enumerar todos os amigos que fiz”, adiantou esta terça-feira, em nota publicada nas redes sociais.

Antigo número um mundial da sua categoria, em 2014, o vimaranense de 32 anos começou a sobressair na modalidade em 2007, quando alcançou a medalha de bronze nos campeonatos europeus de juniores, em Baku, no Azerbaijão, cidade onde viria a sagrar-se campeão europeu sénior pela primeira vez, em 2014, e a vencer os Jogos Europeus, em 2015, já ao serviço do Vitória. Antes, conquistar a medalha de prata nos mundiais de 2011, em Gyeongju, na Coreia do Sul.

Ainda ao serviço do emblema preto e branco, Rui Bragança sagrou-se campeão europeu pela segunda vez, na cidade suíça de Montreux, em 2016, ano em que participou pela primeira vez nos Jogos Olímpicos, como um dos principais candidatos às medalhas entre 16 participantes. Após derrotar o colombiano Óscar Muñóz na ronda preliminar, o lutador de Guimarães perdeu nos quartos de final com o dominicano Luisito Pié.

A exercer a profissão de médico, área na qual se formou pela Universidade do Minho, Rui Bragança mudou-se para o Benfica no final desse ano, tendo, desde então, conquistado a medalha de bronze nos mundiais de Manchester, em 2019, e participado nos Jogos Olímpicos de Tóquio, tendo sido eliminado no primeiro combate pelo espanhol Adrián Vicente.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73