skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
18 abril 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Plantadas 1400 árvores graças a nascimentos no Hospital Senhora da Oliveira

Redação
Ambiente \ segunda-feira, janeiro 30, 2023
© Direitos reservados
As espécies autóctones foram erguidas no âmbito do projeto “Uma Árvore por Cada Vida – Criar Raízes Por Um Mundo Melhor”, lançado em março do ano passado.

Parceria entre o Laboratório da Paisagem, a Câmara Municipal de Guimarães, a Resinorte e o Hospital da Senhora da Oliveira já permitiu plantar 1.400 árvores autóctones em quase um ano. Lançado em 2022, no Dia Mundial da Árvore, 21 de março, a iniciativa assegura que, por cada bebé que nasce no Hospital da Senhora da Oliveira de Guimarães (HSOG), uma árvore é plantada, explica uma nota de imprensa enviada às redações.

 Esta campanha permite aos recém-pais receberem, através da entrega de um voucher, uma árvore autóctone, que poderá ser plantada em terreno próprio, ou numa das plantações conjuntas, a realizar em locais designados pelo Município de Guimarães, com o apoio técnico do Laboratório da Paisagem.
 
A iniciativa conta com o apoio da Resinorte, através do projeto “Toneladas de Ajuda”. A campanha consiste em valorizar todos os resíduos recicláveis do Hospital, neste caso resíduos de papel e cartão, em troca de uma contrapartida financeira. No ano passado, a Resinorte recolheu quase 72 toneladas de material reciclável, resultando em cerca de 6.100 euros para a aquisição de novas árvores autóctones. Os vouchers não reclamados pelos pais são igualmente utilizados em plantações conjuntas promovidos pelo Laboratório da Paisagem.
 
O projeto “Uma Árvore por Cada Vida – Criar Raízes Por Um Mundo Melhor” pretende reforçar a iniciativa municipal “Guimarães mais Floresta”, que tem como missão (re)florestar diversas áreas do concelho, contribuindo para a proteção e promoção da biodiversidade e da floresta autóctone, contribuindo para os corredores verdes do concelho.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: