skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
21 maio 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

AVH dá as mãos à Profitecla: “Captar mão de obra qualificada” é o objetivo

Bruno José Ferreira
Sociedade \ quinta-feira, abril 28, 2022
© Direitos reservados
Através da Escola Profissional Profitecla a AVH pretende direcionar os alunos de forma especializada para o setor da hotelaria e do turismo. Projeto tem também uma vertente social.

A Associação Vimaranense de Hotelaria (AVH) assinou esta quinta-feira um protocolo de cooperação com a Escola Profissional Profitecla, sendo esta uma parceria que pretende alinhar estratégias entre as duas entidades para corresponder às necessidades atuais do setor da hotelaria e restauração.

Sendo o polo de Guimarães da Profitecla, sediado no Estádio D. Afonso Henriques, uma escola profissional vocacionada precisamente para estas áreas, o diretor Domingos Silva acredita que através desta colaboração o estabelecimento de ensino que dirige estará “em melhores condições para adequar o perfil dos alunos à necessidade” dos vários parceiros do ramo.

“Este protocolo com a AVH é de extrema importância para a escola e para a estratégia da escola. É uma escola vocacionada, essencialmente, para cursos de restauração e hotelaria, e com este protocolo estaremos mais próximos das necessidades dos nossos parceiros”, frisou Domingos Silva, à margem da oficialização da parceria.

Contando com sensivelmente duas centenas de alunos em Guimarães, a Profitecla tem na sua oferta cursos de Restaurante/Bar, Cozinha/Pastelaria, Pastelaria/Padaria, Turismo e mais recentemente Comunicação e Serviço Digital.

José Diogo Silva, presidente da AVH, considera que com este protocolo a associação que dirige está a dar passos “numa vertente que é crucial para este setor e para a estratégia dos associados, que é a captação de mão de obra qualificada profissional”.

“Associamo-nos a uma das melhores escolas profissionais da cidade, a ideia é trabalhar com todas as escolas profissionais que tenham os nossos setores englobados para ajudar também os alunos e as escolas a potenciarem as suas capacidades. Temos de trabalhar nesta situação que existe entre falta de mão de obra e oferta a nível turístico. Queremos direcionar os alunos de acordo com a sua vontade e tipo de empresa que gostavam de trabalhar”, aponta o presidente da AVH.

De resto, José Diogo Silva deu conta também que este projeto conta com uma vertente social. “Pretendemos ajudar alunos que se queiram fixar na área, mas que por dificuldades de várias ordens, ou familiares ou pessoais, não consigam. A ideia é a associação e a Profitecla poderem integrar esses alunos em equipas de trabalho onde possam crescer e melhorar, ajudando-os na sua vida. É um trabalho que queremos fazer, ajudando as pessoas e fixando-as na nossa área”, apontou.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #28