skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
25 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Bloco de Esquerda: Luís Pinto Lisboa é o candidato à Câmara de Guimarães

Hugo Marcelo
Política \ terça-feira, junho 29, 2021
© Direitos reservados
Foram anunciados, esta manhã, os protagonistas da candidatura autárquica do Bloco de Esquerda. Luís Lisboa é o cabeça de lista à Câmara Municipal. Sónia Ribeiro é a recandidata à Assembleia Municipal.

Numa sessão realizada esta manhã, na sede do partido, o Bloco de Esquerda apresentou os dois principais rostos para as eleições autárquicas deste ano. Luís Pinto Lisboa é o candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Guimarães e Sónia Ribeiro, lidera, uma vez mais, a candidatura ao órgão deliberativo Municipal. 

Assente no lema "Guimarães para as pessoas", Luís Pinto Lisboa salienta a importância de um "concelho mais inclusivo, mais solidário e transparente. O nosso programa eleitoral tem por base a contribuição de todos os cidadãos e cidadãs de forma independente, onde possamos ouvir todas as pessoas e perceber quais são realmente os problemas para que as possamos ajudar e até empoderar". O candidato alertou ainda para a "urgência de responder aos problemas da habitação, da mobilidade, do ambiente, da cultura, dos apoios sociais e do trabalho".

Para Luís Pinto Lisboa, um bom resultado do Bloco de Esquerda nas eleições autárquicas será um resultado permita dar voz às pessoas. "Um excelente resultado para nós, será um resultado que ouça a pessoas e que permita dar voz às pessoas que não têm tido voz. Estamos a preparar-nos para fazer a diferença e para poder mudar Guimarães", referiu.

Sónia Ribeiro, candidata do Bloco de Esquerda ao órgão deliberativo Municipal apontou algumas alterações que considera serem necessários para um "melhor funcionamento" da atividade da Assembleia Municipal. A candidata sugeriu um aumento do número de assembleias municipais, pois acredita que "levaria a um melhor trabalho no sentido de escrutinar os pontos que considera fundamentais". Sónia Ribeiro teceu ainda críticas à precariedade dos trabalhadores das cantinas, sugerindo que o município assegure os seus contratos, e à gestão de transportes públicos, defendendo que sejam gratuitos. 

 

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73