skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
19 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Símbolos das JMJ continuam périplo por Guimarães até domingo

Redação
Sociedade \ sábado, fevereiro 25, 2023
© Direitos reservados
Após passagens pelas escolas secundárias, pelos bombeiros de Guimarães e pelo Vitória, os ícones passam este sábado pela cidade e por São Torcato, seguindo, no domingo, para Ponte, Taipas e Barco.

Os dois símbolos cristãos que assinalam as Jornadas Mundiais da Juventude - a cruz peregrina, criada em 1983, e a imagem de Nossa Senhora Salus Populi Romani, introduzido pelo papa João Paulo II em 2000 – continuam em digressão pelo concelho de Guimarães neste sábado e neste domingo, depois das visitas a algumas instituições vimaranenses na sexta-feira.

Em digressão pelo país, os símbolos chegaram ao território do Arciprestado de Guimarães e Vizela às 21h00 de quinta-feira, ao quartel da respetiva corporação dos bombeiros, e foram apresentados, nesta sexta-feira, em várias instituições: o roteiro começou no quartel dos Bombeiros Voluntários de Guimarães, seguiu pela Universidade do Minho, pelas quatro escolas secundárias do concelho, e pela Cercigui, passou, ao fim da tarde, pelo Estádio D. Afonso Henriques, casa do Vitória SC, antes de rumar à noite ao Campo de São Mamede, para a via-sacra.

Neste sábado, os dois símbolos apresentam-se no Toural pelas 10h00 e seguem, primeiro, para a Câmara Municipal e, depois, para o Hospital Senhora da Oliveira. À tarde, dá-se uma passagem pelo Estabelecimento Prisional de Guimarães e, à noite, uma sessão de oração na Basílica de São Torcato.

No domingo, os dois símbolos rumam à estrutura residencial da Cercigui, em Ponte, ao quartel dos Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas, antes de se despedirem do Arciprestado de Guimarães e Vizela para seguirem para o de Braga com uma missa em Barco, às 17h00.

As Jornadas Mundiais da Juventude de 2023 realizam-se em Lisboa, de 01 a 06 de agosto; nas pré-jornadas, de 26 de julho a 01 de agosto, as centenas de milhares de jovens que rumam a Portugal espalham-se pelo país. Prevê-se que o Arciprestado de Guimarães e Vizela acolha 5.000 jovens.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73