skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
21 maio 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Bragança quer discutida ligação à alta velocidade: “Ainda continuo surdo”

Tiago Mendes Dias
Política \ quinta-feira, janeiro 06, 2022
© Direitos reservados
Presidente da Câmara diz que o “eixo ferroviário à futura estação de alta velocidade” tem estado ausente das intervenções dos candidatos pelo círculo de Braga à Assembleia da República.

Um eixo ferroviário a ligar Guimarães e “todos os municípios limítrofes que têm Guimarães como portal de entrada” à futura estação de alta velocidade é, para Domingos Bragança, “uma das grandes obras estruturantes de todas as regiões do Ave e do Cávado” para os próximos anos, ainda para mais quando há fundos do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para essa área. Mostra-se, por isso, desagradado com a ausência do tema nos programas e nas intervenções dos candidatos dos vários partidos pelo círculo de Braga às Legislativas de 30 de janeiro.

“Gostava que os partidos políticos entrassem no debate e fizessem essa proposta para estas eleições, para que isto fosse assumido pelos deputados do distrito de Braga como uma das grandes obras estruturantes”, declarou o presidente da Câmara à margem da inauguração da escola EB1 de Casais, em Brito, na quarta-feira. “Tenho feito este desafio, mas, do ponto de vista público, ainda continuo surdo”.

Apesar de já ter lido e ouvido a reivindicação da ligação por eixo ferroviário a Braga, o autarca privilegia a ligação de Guimarães à alta velocidade, fique a estação em Braga, Barcelos ou Famalicão, até porque os fundos “são únicos” e podem não voltar a surgir “nas próximas décadas”.

“Agora que estamos em campanha eleitoral para a Assembleia da República, tenho feito o desafio aos partidos que, no distrito de Braga, incluam este grande desafio. Isso é que é defender Guimarães. Isso é que é defender esta região”, concluiu.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #28