skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
18 abril 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Câmara espera luz verde da IP para criar nova entrada para o hospital

Bruno José Ferreira
Política \ quarta-feira, junho 07, 2023
© Direitos reservados
Ligação entre a Variante de Creixomil e a Nacional 206 no mesmo ponto, ainda que já haja um pré-acordo para o sítio a fazer esta ligação que visa descongestionar o nó de Silvares.

Domingos Bragança espera que a Infraestruturas de Portugal possa dar luz verde para se avançar com a criação de uma nova entrada ao Hospital Senhora da Oliveira – Guimarães, projetada para ligar diretamente a Circular Urbana de Guimarães à unidade hospitalar.

O tema foi abordado esta quarta-feira em reunião de câmara, questionado pelo vereador Ricardo Araújo, sendo considerado pelo presidente da câmara como um processo “muito urgente e necessário”.

Numa primeira instância a Infraestruturas de Portugal levantou algumas reservas à criação deste novo ponto de acesso ao hospital, ao parque de estacionamento, foram feitas correções e o município espera que esta entidade possa validar o processo.

O intuito é “darmos outra entrada ao Hospital Senhora da Oliveira, de forma a descongestionar aquela zona”. Logo que o processo seja aprovado, a câmara avançará com a obra, “algo simples”, sustenta Domingos Bragança. Ainda assim, o presidente da Câmara Municipal de Guimarães lamenta que tenha de ser o município a assumir esta obra que deveria ser responsabilidade da Infraestruturas de Portugal.

Numa situação semelhante está a ligação direta entre a Variante de Creixomil e a Estrada Nacional 206. Foi feita uma “análise técnica com várias reuniões, quer em Guimarães quer na Amadora, onde está sediada a Infraestruturas de Portugal” e há um “pré-acordo para o sítio de ligação”.

“Quando tivermos o projeto, que espero que seja em breve, gostaria de o trazer cá à câmara”, sustentou Domingos Bragança. Este assunto foi também questionado por Ricardo Araújo, que não deixou de referir que é mais uma necessidade para descongestionar uma zona na qual “estivemos mais de uma década à espera do desnivelamento que acabou por não resolver o problema”.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: