skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
02 fevereiro 2023
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Caminho de Torres é um dos três que Turismo Porto e Norte quer certificar

Redação
Cultura \ segunda-feira, janeiro 16, 2023
© Direitos reservados
O presidente da entidade afirmou a intenção de ver três rotas certificadas como Caminho de Santiago até ao fim de 2023, incluindo a que liga Salamanca e Santiago de Compostela, passando por Guimarães.

A Turismo Porto e Norte de Portugal quer certificar mais três rotas do Caminho de Santiago até ao final de 2023, e uma delas é o Caminho de Torres, que liga Salamanca a Santiago de Compostela, passando por Guimarães.

Com o Caminho Português da Costa, que sai do Porto, e o Caminho Português do Interior, que segue pela antiga Via da Prata a partir de Viseu, já certificados, a associação quer reforçar a marca dos Caminhos de Santiago em território luso.

“Em fase final de certificação está o Caminho Português de Santiago Central-Caminho Primitivo. Esperamos anunciar em breve essa certificação. Temos outros dois - o Caminho Minhoto Ribeiro e Caminho Português de Torres. Já temos muito trabalho feito para levar à certificação e gostaríamos de ter os cinco caminhos certificados até final de 2023. Vamos tentar”, afirmou o presidente do Turismo Porto e Norte de Portugal, Luís Pedro Martins.

Assim denominado por causa do seu peregrino mais famoso, Diego de Torres Villarroel, escritor, médico e matemático de Salamanca, o Caminho de Torres entra em Portugal por Almeida e segue por concelhos como Lamego e Amarante até se cruzar com Guimarães, antes de seguir para a Galiza pela fronteira de Valença.

“Neste momento, somos a região que tem mais caminhos certificados, apesar de não termos sido os primeiros. O processo de certificação começou no Alentejo, com o Caminho do Interior, mas [a região do] Porto e Norte rapidamente passou a ter dois caminhos certificados”, disse, em Viana do Castelo. A certificação “significa garantir a segurança, sinalética e limpeza dos caminhos”, acrescentou.

A entidade visa futuramente certificar o Caminho da Geira, um dos mais antigos, entre Braga e Santiago de Compostela, com um percurso de cerca de 240 quilómetros.

O último caminho a ser certificado foi o da Costa, em fevereiro de 2022. O percurso tem 138 quilómetros de extensão e atravessa os concelhos do Porto, Matosinhos, Maia, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Esposende, Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença, e é o primeiro que a TPNP candidatou à comissão de certificação, após a assinatura em 2021 do memorando de entendimento com 10 autarquias da região.

Os Caminhos de Santiago são uma rota milenar seguida por milhões de peregrinos desde o início do século IX, quando foi descoberto o sepulcro do apóstolo Santiago. No ano passado, os cinco caminhos mencionados foram percorridos por 93 mil peregrinos.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #43