skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
22 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Campus de Azurém reúne quase 500 participantes para mais uma Roboparty

Redação
Ciência & Tecnologia \ sexta-feira, abril 01, 2022
© Direitos reservados
Evento que mostra aos participantes, maioritariamente entre os 15 e os 18 anos, como “construir robôs móveis autónomos” realiza-se pela 14.ª vez, entre 07 e 09 de abril, na Universidade do Minho.

São perto de 500 os interessados em robótica que se vão reunir no campus de Azurém da Universidade do Minho para mais uma edição da RoboParty, a 14.ª, entre 07 e 09 de abril, adiantou a organização num comunicado enviado às redações nesta sexta-feira.

O evento pedagógico que “ensina a criar robôs móveis autónomos de forma simples e animada”, destinado, na maioria dos casos, ao público entre os 15 e os 18 anos – há também crianças a partir dos oito anos e adultos até aos 63 -, arranca com a oferta de um kit em peças do robô “Bot’n Roll One A” às cerca de 100 equipas reunidas no pavilhão desportivo, explica a nota.

Segue-se a formação básica em eletrónica, programação e mecânica para permitir a construção do protótipo, num ambiente de entreajuda e com apoio permanente de 90 estudantes de Engenharia Eletrónica Industrial e Computadores.

Nos dois últimos dias, há desafios robóticos onde os participantes põem os seus robôs à prova para demonstrarem as suas capacidades. Estas provas não têm qualquer intervenção humana, e consistem em três desafios: obstáculos, perseguição e dança, sendo que este último decorre no sábado às 14h30 e tem sempre muito público, pela sua espetacularidade.

Na edição de 2022, há ainda uma prova surpresa onde os participantes só conhecem as regras 48 horas antes da prova. Nessa prova, os robôs não são 100% autónomos, precisando da destreza do seu “mestre”. No final do evento os participantes levam os robôs consigo.

Com as demonstrações de robôs móveis e as formações acreditadas para os professores - desenho e impressão de peças 3D em ambiente CAD e programação de robôs em simulador gráfico – a assumirem-se como novidade do evento que se aproxima, os participantes vão ainda usufruir de atividades lúdicas e desportivas nos três dias: atuações de DJ, da Tuna Feminina de Engenharia da UMinho e da Afonsina - Tuna de Engenharia da Universidade do Minho, torneios de xadrez, ténis de mesa, lançamentos de basquetebol são exemplos.

Desde o seu início em 2007 a RoboParty já recebeu mais de 6000 jovens entusiastas com “vontade de se divertirem a aprender eletrónica, programação e mecânica”, afirma Fernando Ribeiro, professor da Escola de Engenharia, que coordenada esta iniciativa.

 

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73