skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
18 abril 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

CASFIG atribuiu 2,5 milhões de subsídios ao arrendamento desde 2009

Tiago Mendes Dias
Política \ sábado, dezembro 30, 2023
© Direitos reservados
A vereadora para a ação social revelou a informação após a reunião de Câmara na qual foram aprovados subsídios a 11 candidaturas e negou que exista lista de espera para esses apoios.

Responsável pela gestão do parque habitacional da Câmara Municipal de Guimarães, a CASFIG atribuiu cerca de 2,5 milhões de euros em subsídios de arrendamento desde 2009, ano em que lançou a medida.

A vereadora municipal para a ação social, Paula Oliveira, adiantou a informação após a reunião do executivo municipal de quinta-feira, tendo esclarecido que esse valor foi distribuída por cerca de 1.900 famílias. Em 2023, a CASFIG apoiou cerca de 250 famílias com uma verba total de 250 mil euros; ou seja, uma média de mil euros por família, embora os apoios tenham superado essa marca nalgumas famílias e sido inferiores noutras.

A responsável esclareceu também que os mais recentes apoios estão ajustados aos valores das rendas do mercado de arrendamento, o que “alargou o universo de famílias elegíveis” para o subsídio. Esse mecanismo foi também adaptado “aos apoios extraordinários concedidos pelo Governo”; caso o subsídio do Governo seja inferior ao da CASFIG, a empresa municipal atribui o diferencial a essa família que receberia menos. “Foi uma opção do conselho de administração para as pessoas que recebam um apoio inferior do Governo”, disse.

Paula Oliveira negou também a existência de lista de espera para a atribuição do subsídio de arrendamento, vincando que as 11 candidaturas aprovadas na reunião de Câmara de quinta-feira correspondem ao número de candidaturas submetida. “Todas as candidaturas foram aprovadas”, realça.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: