skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
25 julho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Cisave muda-se para o Estádio D. Afonso Henriques

Redação
Educação \ segunda-feira, julho 05, 2021
© Direitos reservados
Escola profissional em funcionamento há 30 anos vai ocupar espaço que albergou a Águas do Norte, na bancada Sul.

Vocacionada para a oferta de cursos profissionais equivalentes ao 12.º ano, mas não só, a Cisave vai mudar novamente de instalações no ano letivo 2021/22: a nova casa será a bancada Sul do Estádio D. Afonso Henriques. “Em setembro, temos encontro marcado no Estádio do Vitória Sport Clube. É a nova casa da escola profissional da Cisave. Esperamos por ti”, lê-se na mensagem publicada pela entidade na página oficial da rede social Facebook.

O anúncio surge depois do clube vitoriano ter projetado para a temporada 2021/22 um aumento de receitas associadas ao património, dos 582 para os 863 mil euros; tais rendimentos derivam precisamente do arrendamento de espaços do estádio, como já acontece com a escola profissional Profitecla, também na bancada Sul, e com o ginásio Solinca, na nascente.

A Cisave vai assim ocupar a área que já albergou a Águas do Norte. Fundado em 1991, o estabelecimento de ensino já funcionou no Convento de Santo António dos Capuchos, no antigo seminário do Verbo Divino e num edifício do largo A. L. de Carvalho, no centro histórico, além de disponibilizar alguns cursos em Fafe.

Detida pela Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto, a escola oferece três cursos profissionais equivalentes ao 12.º ano – o de Desporto, o de Eletrónica, Automação e Computadores e o de Comunicação, Marketing, Relações Públicas e Publicidade -, um curso de formação para jovens equivalente ao 9.º ano – Operador de Fotografia -, e três cursos de Nível IV, que, além da conclusão do Ensino Secundário, garantem um estágio profissional de seis meses – o de Comunicação, Marketing, Relações Públicas e Publicidade, o de Vendas e o de Turismo.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73