skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
29 fevereiro 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Coletivo Guimarães pela Palestina organiza concentração no sábado

Redação
Sociedade \ quinta-feira, fevereiro 01, 2024
© Direitos reservados
Movimento reivindica a libertação do território no Médio Oriente, na sequência da guerra entre Israel e o Hamas e da invasão israelita de Gaza, e lembra recente ato de vandalismo xenófobo na cidade.

O coletivo Guimarães pela Palestina vai realizar uma concentração no sábado, a partir das 15h00, no Toural, para reivindicar a libertação daquele território do Médio Oriente, quando está em curso a guerra entre Israel e o Hamas, movimento político e militar que controla a Faixa de Gaza.

Numa área do globo com tensões latentes há décadas, a guerra foi desencadeada pelo ataque do movimento político e militar palestiniano ao sul de Israel a 07 de outubro de 2023, que se estima ter causado mais de um milhar de mortos e 253 reféns, e intensificada com a invasão israelita da Faixa de Gaza, controlada pelo Hamas, a 27 de outubro. Segundo estimativas vindas a público pelo Ministério da Saúde de Gaza, a operação das forças armadas de Israel já causou a morte de mais de 27 mil palestinianos.

O movimento vinca ainda que a concentração é ainda mais pertinente após o ato de vandalismo racista e xenófobo verificado no sábado, no estabelecimento comercial de Hafiz Ahmed Jamil, imigrante oriundo do Bangladesh a viver em Guimarães há seis anos; o comerciante, muçulmano, encontrou a porta vandalizada com uma cruz suástica, símbolo da Alemanha Nazi.

“Mais ainda, tendo em conta os recentes acontecimentos de vandalismo racista e xenófobo e de demonstrações de supremacistas junto aos símbolos históricos da nossa cidade, esta concentração terá também o mote "Contra o Racismo e Xenofobia" que as pessoas emigrantes muçulmanas estão a sentir em Portugal e em concreto em Guimarães”, lê-se no comunicado.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #69