skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
21 maio 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Conferência em Azurém abre mês e meio ao som do pianista Hans Otte

Redação
Cultura \ quinta-feira, janeiro 13, 2022
© Direitos reservados
Músico que, ao longo do século XX, buscou novos rumos para a tradição europeia do piano vai ser o tema de uma conferência nesta sexta-feira. Segue-se uma exposição e um concerto, a 26 de fevereiro.

Pianista de expressão minimalista, compositor, promotor de muitos outros músicos contemporâneos na Europa, como John Cage ou Terry Riley, e artista multimédia, Hans Otte é o protagonista de um festival que chega a Guimarães nesta sexta-feira, depois das passagens por Lisboa e por Évora.

O Auditório 1 da Escola de Arquitetura, Arte e Design, no campus de Azurém, recebe, a partir das 14h00, a conferência John Cage & Hans Otte, com as presenças de Ingo Ahmels, musicólogo que escreveu sobre a obra e a vida do autor que se distinguiu por obras como Das Buch der Klänge (1979-82) – O livro dos sons, em português -, um ciclo de 12 partes para piano, e de Joana Gama, pianista e investigadora.

O momento precede a exposição Hans Otte: Sound of Sounds, com curadoria dos conferencistas de sexta-feira, com inauguração marcada para as 15h00 de sábado, no Centro para os Assuntos de Arte e Arquitetura (CAAA). Com entrada livre, a mostra estará patente até 26 de fevereiro, dia para o qual está agendado o concerto “O livro dos sons”; Joana Gama vai interpretar a magnum opus do compositor, marcada pela “contenção”, pela “simplicidade das formas artísticas”, pela “riqueza das harmonias” e pela “minúcia dos detalhes”, lê-se na sua descrição.

A iniciativa em homenagem a Hans Otte, divulgada pelo Instituto Goethe, cumpre a última paragem em Viseu, entre março e abril.

 

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #28