skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
25 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Desemprego cai face a outubro, mas Guimarães permanece quarto a Norte

Redação
Economia \ terça-feira, dezembro 27, 2022
© Direitos reservados
No final de novembro, o centro do IEFP sediado em Guimarães registava 5.595 pessoas inscritas, menos 0,9% do que em outubro. Só Vila Nova de Gaia, Porto e Matosinhos apresentam números superiores.

Guimarães encerrou o penúltimo mês de 2022 com 5.595 cidadãos inscritos no respetivo centro do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), número que representa uma descida de 0,9% face a outubro, mês que assinalou o pico anual de desemprego no concelho – 5.646 pessoas.

Novembro constitui a primeira quebra no desemprego em Guimarães depois de uma subida de três meses consecutivos, entre julho e outubro, na ordem dos 14%. Ainda assim, o município apresenta o número de inscritos no IEFP mais elevado do distrito, seguido por Braga (5.286), e o quarto da região Norte. Só Vila Nova de Gaia (9.999), Porto (9.574) e Matosinhos (6.189) exibem números superiores.

A tendência de aumento do desemprego em Portugal Continental, mais leve do que em Guimarães entre julho e outubro (4,6%), acentuou-se em novembro: a 30 de novembro, havia, no território, 281.063 inscritos, mais 2,8% face a 31 de outubro. O número era então de 273.383 desempregados.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73