skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
15 abril 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Desemprego volta a subir em janeiro e aproxima-se do pico do ano passado

Redação
Economia \ quarta-feira, fevereiro 21, 2024
© Direitos reservados
O Instituto do Emprego e Formação Profissional contabilizou 6.669 pessoas inscritas no Centro de Emprego de Guimarães, valor que traduz subida de 2,7% face a dezembro e de 9,5% face a janeiro de 2023.

Guimarães concluiu o primeiro mês de 2024 com um número de desempregados no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) próximo do valor mensal máximo de 2023; se, no ano passado, o concelho atingiu um pico de 6.697 cidadãos inscritos no respetivo Serviço de Emprego, esse número cifrou-se nos 6.669 a abrir este ano.

Depois da estabilização dos meses de outubro e novembro e da redução de dezembro, o número de pessoas desempregadas com registo no IEFP volta a subir: a variação é de 2,7% face ao derradeiro mês de 2023 e de 9,5% face ao período homólogo do ano anterior – janeiro de 2023 -, altura em que havia 6.090 pessoas inscritas no Serviço de Emprego da cidade-berço.

A maioria dos cidadãos está inscrita há menos de um ano – 4.095 pessoas, o que corresponde a 61,4% do total -, já apresenta experiência profissional – apenas 7,5% procura o primeiro emprego – e é do género feminino – as mulheres constituem 58% do total, a percentagem habitual.

O padrão etário do desemprego é idêntico aos dos meses anteriores, com quase três quartos dos acima dos 35 anos (72,8%); 2.367 pessoas têm entre os 35 e os 54 anos e 2.490 cidadãos estão acima dos 55 anos.

Quanto à escolaridade, sobressaem, como de costume, os inscritos com Ensino Secundário completo – são 1.893, correspondentes a 28,4% do total -, e com o 1.º Ciclo do Ensino Básico – 1.373, o que se traduz em 20,5% do total. Os desempregados com 2.º Ciclo e 3.º Ciclo superam também a barreira do milhar; 1.049 e 1.229, respetivamente. Os cidadãos com Ensino Superior concluído são 767.

 

Guimarães volta a ser terceiro concelho com mais desemprego no Norte

Entre os 86 concelhos do Norte de Portugal, Guimarães apresenta, em janeiro de 2023, o terceiro maior número de inscritos no IEFP, estatuto que já detinha no final de 2023. Acima, surgem apenas Vila Nova de Gaia, com 11.449 desempregados registados, e Porto, com 11.158.

Atrás de Guimarães, surge outro município do designado Quadrilátero Urbano, Braga, com 6.472 inscritos, e Matosinhos, com 6.456. Nos restantes municípios com mais de 100 mil habitantes no distrito, Vila Nova de Famalicão apresenta 3.746 inscritos e Barcelos 2.370.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: