skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
30 novembro 2023
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Economia ambientalmente sustentável: “Há muito trabalho a realizar”

Redação
Ambiente \ sexta-feira, novembro 03, 2023
© Direitos reservados
Na 5ª edição da Vitrus Talks falou-se sobre economia sustentável. Com o eurodeputado José Manuel Fernandes e com a ex-ministra Assunção Cristas apontou-se o caminho: tem de ser comum e transversal.

"Transição para uma economia ambientalmente sustentável" foi o tema em debate na quinta edição da Vitrus Talks, que teve lugar na tarde desta sexta-feira no auditório do Avepark, em Barco.

Contando com um cartaz de referência, composto pelo eurodeputado José Manuel Fernandes, a ex-ministra Assunção Cristas, o diretor da Escola Técnica Superior do IPCA Filipe Chaves, e ainda o presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, e o presidente da Vitrus, Sérgio Castro Rocha, a principal conclusão deste debate é que o desígnio ambiental depende de todos.

Ainda que com enfoques diferentes, e abordando prismas distintos, o painel confluiu nesta ideia, com o presidente da Vitrus Ambiente, empresa municipal vimaranense, a frisar que “os mais jovens têm um papel estruturante na área ambiental”.

Assunção Cristas destacou que “aqui já se faz o que vai ser obrigatório em breve, a recolha de resíduos orgânicos”, transmitindo a ideia que “temos de olhar para a nossa atividade, qualquer que seja, e perceber como é que vai impactar o ambiente”, não sendo uma obrigação apenas do estado, ou dos privados, mas com parceiras.

Por sua vez, Domingos Bragança centrou-se no “percurso interessante” que Guimarães tem feito desde 2013, “quando ainda não estava na agenda europeia e muitos se riam desse desígnio”. De resto, o líder máximo do município disse que “a economia ambientalmente sustentável também é economicamente sustentável”.

O eurodeputado José Manuel Fernandes concordou, assumindo que “descarbonizar não pode significar desindustrializar a União Europeia”, admitindo que “há muito trabalho a realizar”: “o desafio das alterações climáticas acontece em todo o planeta e não há fronteiras neste combate; por vezes os governantes olham para o seu umbigo, não olhando de forma transfronteiriça”.

Anfitrião da tarde, em parte, Filipe Chaves deu exemplos de como o IPCA (Instituto Politécnico do Cávado e do Ave) ajuda, nas suas instalações, a proteger o ambiente, elencando vários projetos.

Vitrus Talks é um espaço de debate, inovação e partilha de conhecimento onde são abordados tópicos da atualidade tendo como base o tema do Ambiente e Sustentabilidade para o desenvolvimento da comunidade e do território.  

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #62