skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
22 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Europeus de trampolins mostram Guimarães preparada para “grandes eventos”

Tiago Mendes Dias
Desporto \ quarta-feira, abril 10, 2024
© Direitos reservados
Presidente da Tempo Livre destaca capacidade logística do Multiusos para prova que acolheu pela segunda vez, com mais capacidade hoteleira do que há 10 anos. Federação vê cidade‐berço como “talismã”.

Terminada a 29.ª edição dos Europeus de trampolins, com Portugal a ascender ao estatuto de seleção mais medalhada – 11 medalhas nas competições seniores, três delas de ouro, e seis nas juniores, com uma delas a consagrar um título europeu –, o presidente da cooperativa Tempo Livre, responsável pela gestão do Multiusos de Guimarães, considera que a cidade‐berço se voltou a afirmar como “capital dos grandes eventos da ginástica”, na sequência dos evento internacionais que já acolheu, desde o campeonato do mundo de ginástica aeróbica, em 2018 e em 2022, à primeira vez dos Europeus de trampolins, em 2014.

Convencido de que os Europeus decorridos entre 03 e 07 de abril superaram os de 2014, “pelo menos em termos de espetacularidade, atletas e países presentes” – foram 616 de 29 países –, Amadeu Portilha traça um balanço positivo também pela valia logística daquele equipamento. “Servimos 1.200 refeições por dia dentro do Multiusos nestes últimos dias. Os atletas faziam o aquecimento, almoçavam e jantavam aqui”, vinca o responsável, a propósito de uma organização elogiada pela União Europeia de Ginástica, também pela “cidade muito segura” que Guimarães mostrou ser.

Amadeu Portilha frisou ainda a abundância de estacionamento em redor do Multiusos como uma vantagem do equipamento, assim como a proximidade aos hotéis, num urbe que aumentou a sua capacidade de alojamento face há 10 anos. “O aumento da capacidade hoteleira traduz‐se num aumento da notoriedade turística de Guimarães, mas também numa maior capacidade para acolher grandes eventos”, realça.

Entre as reservas efetuadas por via da Federação de Ginástica de Portugal (FGP), os ginastas e respetivas comitivas distribuíram‐se por sete unidades hoteleiras de Guimarães, duas de Braga, uma de Fafe e uma de Vizela. O presidente da Tempo Livre crê assim que o Multiusos é “um importante ativo estratégico” não só para afirmar Guimarães como cidade de “grandes eventos”, mas também para gerar riqueza para “toda a economia regional”. “É importante que esta chama do Multiusos continue bem viva durante os próximos anos. Só faz sentido o Multiusos existir, se tivermos capacidade de atrair estes grandes eventos”, vincou, perspetivando a organização do próximo Mundial de ginástica acrobática, em setembro, se “tudo correr bem”.

 

Guimarães, cidade talismã

Concluídos os terceiros Europeus em solo português – os campeonatos de 1987 realizaram‐se em Braga, antes das duas edições em Guimarães –, o presidente da FGP agradeceu o trabalho da equipa federativa presente no Multiusos, composta por cerca de 20 pessoas, e o apoio por parte da Tempo Livre e da Câmara Municipal de Guimarães, que contribuiu financeiramente para um evento com orçamento de 700 mil euros.

“Esse apoio reflete-se em termos logísticos, em termos financeiros, em termos da motivação que nos dão. Consideramos Guimarães uma cidade talismã para a ginástica nacional, porque conseguimos fazer diversos torneios internacionais aqui: campeonatos da Europa e iremos ter mais um campeonato do mundo em setembro [de ginástica acrobática]. Já tivemos dois campeonatos do mundo aqui”, disse Luís Arrais, enaltecendo o feedback obtido por parte da União Europeia de Ginástica.

 

29.ª edição dos Europeus de trampolins no Multiusos ©Bruno José Ferreira/RFX

29.ª edição dos Europeus de trampolins no Multiusos ©Bruno José Ferreira/RFX

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73