skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
20 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

O Retiro quer-se vivo com almoço comunitário, música e performances

Redação
Cultura \ terça-feira, agosto 29, 2023
© Direitos reservados
Um dos lugares mais escondidos do centro histórico quer afirmar o seu espírito de comunidade num sábado que propõe expressões artísticas várias e a partilha de memórias.

O Largo do Retiro pode ser mais do que um esquecido lugar de atravessamento entre a rua da Tulha – oficialmente a rua Doutor Avelino Germano – e a rua Nova – Egas Moniz, nas placas. Os seus moradores e um grupo de artistas de expressões várias, desde a olaria à música, passando pela ilustração, pelo cinema ou pela fotografia, querem mostrá-lo no sábado. Organizado pela primeira vez, “O Retiro” é um evento “assente no espírito de comunidade e de criação e partilha de memórias”, de que é exemplo o almoço comunitário para as 12h00.

Responsável pela organização do evento, a associação Plateia Indomável convida todos os moradores a participarem num almoço comunitário, marcado para as 12h00, “contribuindo cada um com um petisco e uma estória para ser ouvida”. A exposição fotográfica relativa àquela área do centro histórico de Guimarães é outro dos momentos que releva a memória daquele que, no passado, foi conhecido como largo do Ourado, mas o programa inclui mais uma dezena de momentos, de manhã à noite.

O despertar está marcado para as 10h30, com a olaria do atelier do Retiro, pela mão de Joy Hanford, no largo, e um workshop de cozinha para crianças, num dos terraços. As iniciativas matinais abrem as portas para um dia com uma feira de ilustração em parceria com a galeria Área 55, com as tatuagens flash da ilustradora Cristina Viana, a performance inédita de La Aura e as estreias em Guimarães dos músicos St. James Park e Sónia Trópicos, já após o DJ set de Roberto Caetano, músico dos First Breath After Coma, durante a tarde. O dia encerra com a exibição de “Ao lobo da madragoa”, filme do artista vimaranense Pedro Bastos.

A participação no evento é livre, à exceção dos workshops de culinária e de fabrico de sabão, cuja inscrição custa três euros, com 01 de setembro como prazo limite, e das performances de La Aura, marcadas para as 19h00 e para as 20h45 num dos terraços do Retiro, cujo acesso custa um euro.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73