skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
21 maio 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

“Exercício físico em locais com valor patrimonial”: já se pode A.linh(ar)o

Bruno José Ferreira
Desporto \ quarta-feira, fevereiro 23, 2022
© Direitos reservados
Projeto deu hoje o pontapé de saída em São Torcato, na Corredoura. Avós e netos unidos numa iniciativa que fomenta o desporto de mãos dadas com a tradição do linho.

Já é possível A.linh(ar)o no novo projeto da Tempo Livre, no âmbito do programa europeu Erasmus +. Foi esta quarta-feira dado o pontapé de saída no programa A.Linho, tendo como epicentro o Parque de Lazer da Corredoura, em São Torcato.

Trata-se de um “projeto interessante”, segundo o vereador do desporto, Nelson Felgueiras, que que vincou que esta iniciativa “alia vertentes que prezamos muito, o desporto, com a nossa história, a nossa memória e as nossas tradições”.

“Estamos a falar de um projeto europeu, esperemos que leve um bocadinho de Guimarães lá fora”, atirou o vereador do desporto, acrescentando que o A.Linho “vai unir a comunidade, avós e netos”, na prática de desporto. “Estamos preocupados com a prática de desporto e isto traz essa prática conjuntamente com a nossa cultura e tradição”.

Atividade física através da tradição

Amadeu Portilha, presidente da Tempo Livre, entidade que é o principal rosto deste projeto, acredita que será possível através da tradição do linho, e do trabalho que o seu processamento exige,  ajudar a “massificar a prática e o gosto pela atividade física”.

Tendo como coordenador pedagógico José Martins, este projeto será implementado no Vale de São Torcato. Através da experiência será criado um “manual de boas práticas” e, depois de entregue na união europeia, quem sabe, poderá ser expandido para o resto do concelho.

“Queremos promover a educação física e o exercício físico em ocais de grande valor patrimonial e arquitetónico, ou seja, promover a atividade física através do uso de uma das maiores tradições que temo: o linho”, refere Amadeu Potrilha.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #28