skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
13 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

“Feliz e realizado”, Rui Borges numa época histórica em Moreira

Redação
Desporto \ sábado, maio 18, 2024
© Direitos reservados
Treinador do Moreirense FC despediu-se de Moreira de Cónegos após o triunfo frente ao Estoril. Conseguiu uns históricos 55 pontos.

Rui Borges despediu-se este sábado de Moreira de Cónegos, nas entrelinhas, após o triunfo sobre o Estoril. O técnico não revelou o seu futuro, mas dirigiu-se a vários elementos da estrutura do clube que lhe abriu as portas do principal escalão do futebol português.

“Senti-me feliz e realizado. Deixo uma palavra ao nosso presidente, Vítor Magalhães, pela oportunidade que me deu, pela capacidade e coragem em me dar essa oportunidade, num momento em que estava a tirar o curso e, num momento ou outro, podia ser prejudicial. Tenho uma gratidão enorme pelo clube, independentemente do que aconteça no futuro. Fui acarinhado do primeiro dia ao último. Não me esqueço de o presidente me ter dito, antes de um jogo ao início do campeonato, que iria ser o treinador até ao final. Era sinal de que estavam a gostar do nosso trabalho, independentemente do resultado”, disse o técnico após o jogo.

Questionado pelo próximo passo na sua carreira que tem vindo a ser em crescendo, Rui Borges quer seguir os seus ideais. “O próximo passo é seguir o meu caminho e não perder os meus ideais. Continuar a acreditar no nosso trabalho, da equipa técnica, conquistar objetivos individuais e coletivos. Sem atropelar ninguém, temos vindo a subir patamares. Faz parte que haja cada vez mais exigência sobre nós, sobre os jogadores. Não podemos estar felizes com o que fazemos ou conquistamos. Em alguns momentos, vai haver desvios, mas estamos preparados para, quando as coisas não correrem bem, serem os mesmos”, atirou.

Em relação ao jogo, Rui Borges diz estar “feliz” por ficar na história do clube. “Fizemos menos três pontos do que na primeira volta. Não há palavras para descrever o grupo, é fantástico. Fico feliz por marcarmos a história do clube. Quem gosta do clube não se esquecerá de nós. Espero que falem de mim como bom treinador, mas também pelo que somos como seres humanos. Que as pessoas mais próximas se orgulhem de mim”.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73