skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS

Grande Prémio da BIG atribuído a Sebastião Peixoto

Tiago Mendes Dias
Cultura \ sábado, setembro 11, 2021
© Direitos reservados
Com uma carreira que inclui ilustração de livros, publicação em jornais e revistas e colaboração com várias editoras, o ilustrador recebeu um prémio de 5.000 euros. Eva Evita vence Prémio Revelação.

Depois de entregue a João Fazenda, em 2017, ano da edição inaugural, e a André Letria, em 2019, o Grande Prémio da Bienal de Ilustração de Guimarães é de Sebastião Peixoto na terceira edição.

Licenciado em pintura pela Faculdade de Belas Artes do Porto, o ilustrador de Braga, nascido em 1972, já publicou obras em várias revistas e jornais e já colaborou com editoras como a Planeta, a Leya e a Porto Editora, tendo ainda ilustrado o livro Quando eu for… grande”, nomeado pela Sociedade Portuguesa de Autores como o melhor da categoria infanto-juvenil em 2012.

Sebastião Peixoto foi um dos 65 artistas selecionados para integrar a exposição do Prémio Nacional BIG, cuja inauguração coincide precisamente com o arranque da bienal, neste sábado. A mostra patente no Palácio Vila Flor inclui 182 obras, entre as quais as que receberam o Prémio BIG Revelação, de mil euros, e o Prémio BIG Aquisição, de 500 euros.

Arquiteta e ilustradora, Eva Evita arrecadou o Prémio BIG Revelação depois de já ter vencido a primeira edição do Prémio Internacional em Ilustração de Porcelana da Vista Alegre, em 2019. Já os cinco prémios BIG Aquisição foram entregues a Ana Biscaia, António Jorge Gonçalves, Eduarda Lima, Mariana Rio e Marta Madureira.

Organizada pela Câmara Municipal de Guimarães e pela cooperativa cultural Motor, a terceira edição da BIG decorre entre 11 de setembro e 31 de dezembro e atribuiu o Prémio Carreira, de 10.000 euros, a Cristina Reis, pelos cartazes e figurinos que desenvolveu para o Teatro da Cornucópia entre as décadas de 1970 e 2010; a obra da artista estará, aliás, exposta no Centro Internacional de Artes José de Guimarães (CIAJG), entre 23 de outubro e 31 de dezembro.

Já a Sociedade Martins Sarmento vai acolher as ilustrações de 10 autoras para uma reedição de Os Lusíadas, enquanto o Centro para os Assuntos de Arte e Arquitetura vai expor Condições Adversas, de André Letria.

A presente edição contempla ainda um ciclo de palestras no CIAJG, “A teia de ilustração”, com três convidados de outras áreas profissionais, mas ligados à ilustração: Sara Figueiredo Costa, a 26 de novembro, João Ramalho Santos, a 10 de dezembro, e o músico e poeta Sérgio Godinho a 11 de dezembro.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73