skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
16 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Grupo de Apoio a Pessoas Queer acusa Câmara de exclusão do dia da igualdade

Redação
Sociedade \ segunda-feira, outubro 24, 2022
© Direitos reservados
Movimento lamenta que os coletivos de apoio à comunidade LGBTI+ estejam de fora das comemorações do Dia Municipal para a Igualdade. A Câmara, diz, não enviou qualquer convite.

O Grupo de Apoio a Pessoas Queer (GAPQ) acusou a Câmara Municipal de Guimarães de manter à parte das comemorações do Dia Municipal para a Igualdade, assinalado a cada 24 de outubro, os coletivos dedicados à comunidade LGBTI+.

“O executivo camarário vimaranense convidou diversas entidades a estarem presentes nas comemorações realizadas pelo município, no entanto, exclui os coletivos LGBTI+ vimaranenses”, lê-se em comunicado enviado às redações.

Para o movimento, nada “justifica esta exclusão” num concelho que teve uma marcha LGBTQIAP+ a 02 de julho e que tem ainda outros três projetos dedicados à comunidade: o Bússola, o Mente Aberta e o Guimarães LGBTQIA+.

Diogo Barros, porta-voz do GAPQ e da Comissão Organizadora da Marcha LGBTQIAP+ de Guimarães, relembra que não será excluindo parte da comunidade que se irá conseguir lutar pela igualdade no concelho, e combater o preconceito.

Lara Fernandes, membro da Organização da Marcha LGBTQIAP+ de Guimarães, considera “vergonhosa a atitude do edil vimaranense”, reiterando que nenhum convite foi realizado por parte da Câmara Municipal para estarem presentes nesta cerimónia. Para a jovem, a circunstância não surpreende, face à postura que o executivo de Domingos Bragança tem tomado nas questões relacionadas com a comunidade LGBTI+ e outros grupos minoritários.

O GAPQ assegura que o movimento irá continuar a lutar pelos direitos da comunidade LGBTQIAP+ em Guimarães, relembrando que a 3° Marcha LGBTQIAP+ na cidade está agendada para 01 de julho 2023. O movimento, que hoje, conta com mais de 40 membros, afirma que, durante o próximo ano, irá realizar diversas atividades no concelho em prol da defesa dos direitos humanos universais.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73