skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
16 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Guarda-rios. Vitrus vence prémio nacional: “Preservação do Capital Natural”

Redação
Ambiente \ domingo, abril 23, 2023
© Direitos reservados
Empresa municipal premiada com o projeto dos guarda-rios em Prémio Nacional de Sustentabilidade que contou com um total de 117. Rui Nabeiro homenageado na mesma cerimónia.

A empresa municipal Vitrus Ambiente venceu o Prémio Nacional de Sustentabilidade, na categoria de “Preservação do Capital Natural”, com o projeto dos guarda-rios, uma função recuperada recentemente em Guimarães para ajudar a preservar os cursos de água que atravessam o território.

Este Prémio tem como objetivo reconhecer, divulgar e premiar as melhores políticas e práticas, na defesa da sustentabilidade global, de forma a estimular e sensibilizar a sociedade para a crescente importância e impacto da aplicação dos princípios de Sustentabilidade no dia-a-dia dos diferentes tipos de Entidades Públicas, Privadas, Coletivas e Individuais e da sua relação com diversas áreas da sociedade e do conhecimento.

Segundo o presidente da Vitrus, Sérgio Castro Rocha, “este prémio demonstra que estamos no bom caminho, fruto do trabalho que desenvolvemos em prol do território de Guimarães e dos vimaranenses”. Sublinha ainda que “o reconhecimento a nível nacional, entre um vasto lote de candidaturas, enobrece ainda mais os serviços que a Vitrus presta à comunidade e em especial o projeto dos Guarda-rios. Este é o primeiro de muitos prémios”.

Já o presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, referiu que “este reconhecimento é um orgulho para todas as pessoas que fazem parte da Vitrus, assim como para a cidade de Guimarães, em sinal de reconhecimento pelos projetos que estamos a implementar na promoção da sustentabilidade e na proteção das linhas de água, sendo importante para continuar este caminho, cada vez mais com uma forte consciência ambiental”.

O projeto da VITRUS foi reconhecido na categoria de “Preservação do Capital Natural”, através da análise de um conceituado júri constituído por Nuno Lacasta (Presidente da Agência Portuguesa do Ambiente), André Silva (ex-deputado do PAN), Francisco Ferreira (Presidente da ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável), Humberto Delgado Rosa (Diretor para o Capital Natural da Comissão Europeia), Maria de Jesus Fernandes (Bastonária da Ordem dos Biólogos) e Nuno Banza (Presidente do ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas).

A edição de 2022 do Prémio Nacional de Sustentabilidade contou com um total de 117 candidaturas distribuídas por dez categorias. O Prémio Personalidade foi entregue a título póstumo ao comendador Rui Nabeiro.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73