skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
21 julho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Guimarães coorganiza encontro da Eurocities sobre “transição verde”

Redação
Ambiente \ quarta-feira, abril 28, 2021
© Direitos reservados
Juntamente com o município do Porto, Guimarães organiza reunião do Fórum do Ambiente da rede de cidades até sexta-feira, com dois especialistas europeus em sustentabilidade.

O próximo encontro da rede Eurocities sobre ambiente tem cunho vimaranense. Intitulada “As Pessoas e o Planeta para uma transição verde”, a reunião conta com cerca de 200 técnicos e decisores de municípios de toda a Europa e terá o contributo de dois investigadores que se distinguem na área da sustentabilidade: Katherine Richardson, especialista em oceanografia biológica, que lidera o Centro da Ciência de Sustentabilidade da Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, e Derk Loorbach, especialista em transição socioeconómica e diretor do Instituto de Investigação para a Transição (DRIFT), na Universidade Erasmo, em Roterdão (Países Baixos).

Organizado pelas câmaras municipais de Guimarães e do Porto, esta reunião decorre entre quarta e sexta-feira, com o intuito de “debater como poderá ser usado o pacote de recuperação económica no processo de transição para uma sociedade mais sustentável a partir das cidades, mais justa e respeitadora dos limites ecológicos do planeta”, refere a nota emitida nesta quarta-feira pela autarquia vimaranense.

Tanto Guimarães, representada por Sofia Ferreira, vereadora com o pelouro do Ambiente, como o Porto, representada por Filipe Araújo, vice-presidente da câmara e presidente do Fórum Ambiente da Eurocities, vão “partilhar com os seus congéneres europeus o trabalho que têm vindo a desenvolver nas áreas da economia circular, da ambição climática, das soluções inspiradas na natureza, entre outros”, refere a nota da câmara de Guimarães.

Os municípios presentes vão ainda tentar apurar de que “modo as estratégias de recuperação das cidades podem ser usadas para trazer uma mudança real com impacto positivo na vida das pessoas, no ambiente e na economia” em vez de “tentarem regressar celeremente à situação pré-pandemia”, lê-se.

 

Promessa de “neutralidade carbónica”

No arranque do Fórum, o presidente da câmara, Domingos Bragança, desejou que o encontro “seja enriquecedor e inspirador, através do exemplo das práticas de cada uma das cidades”, para que, no final, se saiba “ainda melhor o caminho a percorrer”. Já Filipe Araújo enalteceu “o forte compromisso de diversas cidades europeias rumo à neutralidade carbónica, num combate exigente contra as alterações climáticas, que respeita a capacidade ecológica do planeta, mas que tem de ser socialmente justo”.

O Fórum Ambiente da Eurocities, no qual Guimarães assume a copresidência de um dos grupos de trabalho - Áreas verdes e Biodiversidade - é um “encontro anual de partilha, colaboração e afirmação do fundamental papel das cidades na transição para a sustentabilidade junto da União Europeia”, indica ainda o comunicado.

A Rede Eurocities agrega as principais cidades europeias, com a principal missão de partilhar conhecimento, intercambiar ideias e influenciar as instituições da União Europeia a dar a resposta adequada a assuntos que influenciam o dia-a-dia dos cidadãos europeus, através de legislação que permita aos governos locais abordar de forma efetiva vários desafios estratégicos ao nível local.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73