skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
01 dezembro 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Há seis farmácias em Guimarães a realizar testes gratuitos à covid-19

Pedro C. Esteves
Saúde \ sábado, dezembro 04, 2021
© Direitos reservados
Nos últimos 15 dias foram realizados cerca de 270 mil testes gratuitos em todo o país. Comparticipação vai aumentar para que mais farmácias se juntem à lista.

O Estado volta a comparticipar a 100% os testes rápidos de antigénio realizados em farmácias e laboratórios aderentes e, na listagem em constante mutação emitida pelo Infarmed constam seis farmácias vimaranenses. Nos últimos 15 dias foram realizados cerca de 270 mil testes gratuitos, segundo dados da Associação Nacional das Farmácias (ANF) fornecidos ao Diário de Notícias.

No lote das 696 farmácias que estão a realizar testes rápidos de antigénio à covid-19 estão a Farmácia Dias Machado (Espaço Guimarães); Farmácia do Parque (Rua Dr. Carlos Saraiva, N.º 46); Farmácia Nunes de Sá (Rua Joao Paulo Ii, N.º 12 E 18); Farmácia de São Torcato (Av. São Torcato Mártir, N.º 396); a Farmácia Vitória (Guimarãeshopping); e a Farmácia Vieira e Brito (Rua de s. Martinho, n.º 74 4805-537).

O Ministério da Saúde anunciou esta sexta-feira que vai aumentar o valor da comparticipação dos testes rápidos de antigénio de uso profissional de 10 para 15 euros, no âmbito do regime excecional de comparticipação destes testes.

"Numa altura em que é recomendado o esforço de testagem a nível nacional, esta medida visa aumentar os incentivos para que mais laboratórios de análise clínicas e farmácias adiram ao esforço conjunto de combate à pandemia, através da deteção precoce de casos de infeção por SARS-CoV-2, sem aumentar os constrangimentos financeiros por parte dos utentes", explica a tutela.

A comparticipação é limitada ao máximo de quatro testes por mês e por utente. A lista de farmácias e a de laboratórios com testes comparticipados é atualizada diariamente e pode ser consultada aqui. Contabilizam-se 696 farmácias de oficina a este regime e 115 laboratórios, de acordo com a informação disponibilizada pelo Infarmed. 

O Ministério da Saúde justifica esta renovação do regime tendo em conta "a atual situação epidemiológica e a importância de voltar a intensificar a realização de testes para deteção do SARS-CoV-2" de forma progressiva e proporcionada ao risco, que contribuam para o reforço do controlo da pandemia.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #38