skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
16 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

“Inteligência e intensidade”, a receita de Turra para evitar “fatalidades”

Bruno José Ferreira
Desporto \ sexta-feira, setembro 22, 2023
© Direitos reservados
Técnico mostra-se convicto no processo de crescimento da equipa, assumindo que com um mês de casa já é possível focar mais na componente tática. Dani e Villanueva fora das opções diante do casa Pia.

Os dois lances que ditaram a derrota do Vitória SC na última jornada, frente ao Portimonense, são considerados por Paulo Turra “fatalidades” que provocaram “uma derrota pesada” de digerir. Trabalhar “para que isso não volte a acontecer” é o foco, a começar já este sábado frente a Casa Pia.

O técnico lançou, esta sexta-feira, o encontro em conferência de imprensa, reconhecendo que “três derrotas são três derrotas”, têm o seu peso, sendo que no seu entender a “convicção no trabalho” que está a ser desenvolvido é parte da receita para que a equipa possa voltar aos triunfos. Um jogo com “intensidade e inteligência” são os outros ingredientes.

“Temos que ter convicção no trabalho, sabendo que não é uma mudança fácil, mas independentemente de onde o Vitória jogue vai jogar para vencer”, disse, fazendo depois alusão ao jogo com os algarvios: “Até aos 80 minutos estávamos a fazer uma belíssima partida. Espero que esses dez ou doze minutos finais não se possam repetir no futuro. Se virem os dois lances que o adversário teve foi muito mais na nossa ânsia de fazer golo, e prefiro, como treinador, muito mais procurar o golo, do que colocar o autocarro à frente da baliza”.

Paulo Turra lembrou que “este é um grupo que está em formação, tem jogadores que se conhecem, mas muitos estão a chegar”, pelo que “estas oscilações vão acontecer”. Neste processo, o treinador acrescentou que o seu trabalho está a ser feito de forma gradual. “Desde a minha chegada cá – há 30 dias, vamos na 22.ª sessão de treino comigo sobre o comando – temos vindo a evoluir. Estamos numa fase em que deixamos de nos preocupar com a parte física, de carga, podemos evoluir para a parte mais tática, movimentações, dar mais atenção às ações com bola”, atirou.

Nesta sequência, reportando-se ao jogo frente ao Casa Pia, o treinador perspetiva um Vitória SC a “jogar com pressão, a forçar ao erro e a recuperar a bola no meio campo ofensivo”, para poder “ser vertical quando o adversário for atraído, temos de ter passe interior, entre linhas, para que possamos efetivar o nosso jogo”.

O técnico aproveitou ainda para das os parabéns ao clube, no dia em que comemora o seu 101.º aniversário, relembrando a sua passagem por Guimarães como jogador.

O embate entre o Casa Pia e o Vitória SC, que terá lugar em Rio Maior, está agendado para as 18 horas deste sábado. André André está apto para ser opção, enquanto que Dani Silva e Mikel Villanueva, assim como Mangas e Arcanjo, são baixas.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73