skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
04 agosto 2021
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Leilão edifício ACIG: Câmara está atenta, “em última instância” intervirá

Bruno José Ferreira
Sociedade \ terça-feira, junho 15, 2021
© Direitos reservados
Município está atento ao leilão, pode usar o direito de preferências, mas apenas caso se justifique.

A Câmara Municipal de Guimarães está atenta ao leilão do edifício da Associação Comercial e Industrial de Guimarães (ACIG), situado na Rua Dona Maria II, no Centro Histórico.

Declarada insolvente em 2019, no âmbito do processo de liquidação da massa falida, está em leilão um edifício emblemático no coração da cidade. Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães, referiu após a reunião de câmara que o município tem acompanhado o processo.

“O município está a acompanhar de perto, mas não quer perturbar o processo de licitação, embora esteja atento”, frisou. Ainda assim, sem querer perturbar, caso se justifique a autarquia não põe de parte a possibilidade de utilizar o direito de preferência.

 “Veremos o preço que vai sendo licitado e se chegar a uma base de licitação que nós entendamos que a Câmara, para a função do edifício que possamos querer, tem um valor que a Câmara suportará bem, então nessa altura poderá optar pelo direito de opção. Será sempre um edifício para associações”, frisou Domingos Bragança.

Contudo, esta hipotética entrada em cena da Câmara Municipal apenas se verificará “em última instância”, numa situação em que os trâmites da situação “mereçam intervenção do município”.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: Guimarães em Debate #8