skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
21 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Rui Borges: “Sou um treinador feliz mesmo que não tivesse ganhado”

Redação
Desporto \ sábado, novembro 11, 2023
© Direitos reservados
O técnico enaltece postura dos seus jogadores, “uns vencedores natos”, num “jogo bastante equilibrado”. Apesar da marca pontual, Rui Borges promete dosear ambição com equilíbrio.

Após um duelo “bastante equilibrado” com o Estrela da Amadora, decidido pelo espetacular cabeceamento de André Luís ao minuto 90, Rui Borges frisou que o empate se ajustava, mas, a haver um vencedor, teria de ser o Moreirense, tal como aconteceu. No entender do técnico, isso só foi possível porque o grupo “acredita mais do que ninguém na ideia de jogo”, sendo constituído por “vencedores natos”.

“Sou um treinador feliz. Mesmo que não tivesse ganho. O grupo entregou-se e acredita mais do que ninguém na nossa palavra e ideia de jogo. Foi um jogo bastante equilibrado, embora na primeira parte estivéssemos melhor. Podíamos ter sido melhores na finalização e nas zonas de decisão. O Estrela da Amadora equilibrou o jogo na ponta final da primeira parte”, realçou o timoneiro cónego, após o desafio da 11.ª jornada da Liga Portugal Betclic, disputado no Estádio José Gomes, na Amadora.

Ciente de que o Moreirense vai “perder em algum momento”, Rui Borges diz-se “muito tranquilo” com a marca recorde de 20 pontos à 11.ª jornada. “Temos de jogar com toda a gente. Os meus jogadores são uns vencedores natos. Foram campeões na época passada. Mérito também para o treinador da época passada [Paulo Alves]. Temos 20 pontos. O quinto lugar é consequência da vitória. Sou muito ambicioso, mas sou equilibrado. Tento ser o máximo equilibrado possível. O próximo passo é somar os 23 pontos”, concluiu.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73