skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
21 julho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Caldelas. Luís Soares aposta no diálogo na tarefa de "robustecer" Bombeiros

Pedro C. Esteves
Sociedade \ domingo, dezembro 11, 2022
© Direitos reservados
Sessão pública de tomada de posse contou com a presença de Domingos Bragança.Revisitar políticas remuneratórias, apostar na formação de bombeiros e investir em infraestruturas são objetivos da direção

O novo presidente da direção dos Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas, Luís Soares, quer robustecer a associação e priorizar o diálogo no triénio que tem pela frente na instituição. As prioridades foram traçadas numa sessão aberta de tomada de posse dos órgãos sociais eleitos há uma semana.

Com poucos dias volvidos dessa eleição, e após encontros com o corpo ativo, Luís Soares realçou como prioritária “a valorização dos recursos humanos” para que profissionais e voluntários possam olhar “de um modo mais atrativo” para a carreira de bombeiro.

“Na última semana procuramos conhecer por dentro a instituição. Aprofundei a convicção da importância de valorizar o capital humano, o sucesso das organização depende das pessoas – e das competências técnicas, mas também da dedicação e empenho”, frisou o agora presidente da associação humanitária.

Esta preocupação com a valorização ficou também patente na intervenção do presidente da mesa de Assembleia Geral. José Luís Oliveira saudou a capacidade da lista vencedora em congregar uma “equipa experiente” que contou ccom apoios de antigos presidentes de direção. No caderno de encargos que elencou frisou a necessidade de facultar formação contínua aos bombeiros, mas também acenou com a dificuldade de recrutar voluntários.

A intervenção de Luís Soares entroncou nessas necessidades. Mas alertou: “Precisamos de tempo”. Nesta casa não se precisa de revoluções, temos bons funcionários, dedicados, experientes, não é possível introduzir mudanças sem o diálogo”, disse. E deu indicações para o devir: revisitar as políticas remuneratórias, incentivos a carreiras, apostar na formação de bombeiros, e conservar, manter e investir em infraestruturas.

Numa cerimónia que contou com representação da Federação de Bombeiros do Distrito de Braga, do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Braga e da vereadora da Câmara Municipal de Guimarães, Sofia Ferreira, coube ao presidente do município, Domingos Brangaça, encerrar a sessão. O autarca enalteceu a Unidade Local de Formação em Souto Santa Maria como “uma das pérolas” da instituição e vincou a necessidade de “um olhar muito especial à condição de conforto e dignidade” dos bombeiros.

Com desejo de sucesso para a nova direção, Domingos Bragança realçou ainda a necessidade de entreajuda entre instituições.

 

“Resultado histórico”

José Luís Oliveira referiu ser “uma honra e prestígio ter uma pessoa com as qualidades humanas de Luís Soares” na liderança dos Bombeiros das Taipas e aludiu a um “resultado histórico”. “Nos últimos 15 anos não houve ato eleitoral com tanta participação”, disse.

A lista encabeçada pelo também presidente da Junta de Freguesia de Caldelas e deputado à Assembleia da República recolheu 124 dos 142 votos contabilizados nas urnas (87,3% do total). Registaram-se ainda 16 votos brancos e dois nulos num ato que decorreu entre as 10h30 e as 17h30.

Além de Luís Soares, a nova direção da AHBVCT é constituída por Ernesto Soares, bombeiro da instituição desde 1973 e várias vezes comandante em regime de substituição, por Américo Freitas, por António Joaquim Oliveira, por Cristina Marques, por Miguel Sousa e por Ângela Silva.

José Luís Oliveira assume a presidência da mesa da assembleia geral, tendo a seu lado Porfírio Martinho, Raquel Castro Salgueiro e Dionísio Ribeiro. Domingos Marques preside ao conselho fiscal, num órgão que inclui ainda Eduardo Silva e Ana Sofia Teixeira.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73