skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
25 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Manutenção “fundamental para o projeto” do andebol do Vitória SC

Bruno José Ferreira
Desporto \ quinta-feira, agosto 31, 2023
© Direitos reservados
Aventura do Vitória SC na 1.ª Divisão de andebol começa este sábado, em Gaia. "O Vitória, e Guimarães, merece ter uma equipa na primeira a trilhar o seu caminho".

O principal escalão do andebol nacional arranca este sábado mais uma edição, cabendo ao Vitória SC as honras de abrir as hostilidades. Recém-promovido à 1.ª Divisão, o conjunto vimaranense joga em Gaia – Pavilhão FC Gaia – a partir das 18 horas, naquela que será uma nova era para a modalidade.

Eduardo Fernandes é o novo timoneiro da equipa, deixando desde logo claro que “não vai ser uma batalha fácil”, aquela que o Vitória SC tem pela frente. “Isto vai ser um peixe num lago de tubarões, mas nada nos tira a ilusão que podemos conseguir o objetivo da manutenção”, aponta em antevisão à nova época, traçando as metas do clube.

Em estreia na elite, a equipa do Vitória SC terá de se adaptar à “diferença muito grande entre a 1.ª Divisão e a 2.ª Divisão”, no entender de Eduardo Fernandes, que crê que foi formado um plantel com “alguns jogadores com experiência juntamente com uma mescla de jogadores muito novos que não estão habituados a esse tipo de competição”.

Na ótica do técnico, “o Vitória, e Guimarães, merece ter uma equipa na 1.ª Divisão a trilhar o seu caminho” pelo que “a manutenção é fundamental para o projeto” do clube nesta modalidade”.

Mário Pereira: capitão garante que a equipa está preparada

Um dos rostos que continua no plantel do Vitória SC, Mário Pereira é o capitão do andebol vitoriano e garante uma equipa preparada para defrontar um adversário com mais pergaminhos a este nível.

“Temos de nos preparar, não podemos ir a zero e é isso que estamos a fazer, o nosso trabalho de casa” frisou. “Este Gaia é uma equipa com mais experiência do que nós na 1.ª Divisão, tem bons jogadores, que já passaram pelas seleções e o ano passado fizeram um bom campeonato”, acrescentou o central de 30 anos.

Na pré-temporada o Vitória SC mediu forças com este adversário, tendo vencido o FC Gaia, algo que no entender de Mário Pereira é irrelevante. “Os jogos da pré-época são uma questão de preparação, para termos mais carga, para nos conhecermos melhor, pelo que o resultado é irrelevante para este jogo”, disse.

Nuno Silva, o reforço sonante num “regresso feliz”

O embate de sábado com o FC Gaia assinalará o regresso de Nuno Silva ao andebol vimaranense, um “regresso feliz” do jogador natural de Guimarães que fez toda a formação no Xico Andebol e Francisco de Holanda. “É um regresso feliz, a Guimarães, à minha casa, para representar o meu clube, o Vitória, como vimaranense e vitoriano não posso ter outra palavra que não seja felicidade.

O central espera poder “acrescentar qualidade e experiência” à equipa do Vitória SC para disputar uma “1.ª Divisão muito competitiva”. “Espero corresponder às expetativas que criaram sobre mim”, disse o jogador de 32 anos.

Relativamente ao jogo com o Gaia, Nuno Silva reconhece que “vai ser um jogo difícil”, alertando que “é complicado jogar naquele pavilhão, ao longo dos anos muitas equipas até favoritas – têm ido lá perder”.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73