skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
07 outubro 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Mariana Silva repete lugar na lista da CDU em Lisboa para as legislativas

Pedro C. Esteves
Política \ sexta-feira, dezembro 03, 2021
© Direitos reservados
Vimaranense volta a ser a quarta da lista da coligação que une ecologistas e comunistas em Lisboa. Em 2019 foi eleita e integrou o grupo parlamentar do Partido Ecologista Os Verdes.

A vimaranense Mariana Silva volta a integrar a lista da Coligação Democrática Unitária (CDU) por Lisboa às eleições legislativas de 2022. Em 2019 a deputada que integra o grupo parlamentar do Partido Ecologista Os Verdes (PEV) era a número quatro do partido que une ecologistas e comunistas e agora repete o lugar na lista.

A CDU divulgou esta manhã a lista pelo círculo eleitoral de Lisboa, sendo que já era sabido o primeiro candidato voltaria a ser o líder comunista Jerónimo de Sousa.

Membro da comissão executiva nacional do PEV, Mariana Silva interveio esta quinta-feira numa sessão pública em Lisboa para frisar que "os candidatos dos Verdes transportam" para a Coligação "a força e a entrega na luta por um país melhor, por um país mais sustentável, por um país ambiental e socialmente mais justo".

"O voto na CDU tem, efectivamente, um triplo resultado político: fechar a porta à direita, travar a maioria absoluta do PS e garantir para Portugal propostas e soluções ambiental e socialmente justas e concretas", referiu ainda a vimaranense.

Mariana Silva é professora de formação e foi cabeça de lista da CDU na corrida à Câmara Municipal de GuimarãesMedia player poster frame, não tendo conseguido recuperar a representação perdida pelo partido nas autárquicas de 2017.

Para além da deputada à Assembleia da República na última legislatura, há outro vimaranense num lugar de destaque nas listas da CDU até agora conhecidas: Torcato Ribeiro, eleito para a Assembleia Municipal de Guimarães, encabeça a lista do partido em Braga.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #35