skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
14 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Mercado de trocas volta ao Atelier Retiro. E promete realizar-se mês a mês

Redação
Sociedade \ sábado, janeiro 14, 2023
© Direitos reservados
Depois da estreia a 01 de dezembro, o movimento Let’s Swap regressa ao centro histórico de Guimarães a 21 de janeiro. Cada pessoa pode levar até cinco peças de roupa e cinco livros para trocar.

A rua do Retiro, em pleno centro histórico, volta a ser anfitriã de um mercado de trocas, após tê-lo feito pela primeira vez a 01 de dezembro. Fundado no Porto, em 2018, o movimento Let’s Swap regressa ao Atelier Retiro, em Guimarães, a 21 de janeiro, sábado, com as regras habituais: cada participante pode levar até cinco peças de roupa, incluindo acessórios e calçado, e até cinco livros – não se incluem livros escolares ou religiosos - para um evento cujo custo de entrada é de dois euros – esse preço aplica-se às pessoas acima dos 15 anos.

Os artigos são então convertidos em pontos que podem ser utilizados como moeda de troca durante o mercado. "Caso não encontre peças e/ou livros que gostes, os pontos que sobrarem ficam guardados para os próximos mercados", explica a organização”, explica a organização.

A próxima edição realiza-se em parceria com dois projetos: um é o Circular Wear, que visa “diminuir o desperdício têxtil e contribuir para o aumento do tempo de vida útil das peças de roupa através da troca”, e o outro é o ateliê vimaranense de costura Perpétua Roxa, que utiliza “tecidos antigos de qualidade como matéria-prima” visando a promoção da “moda sustentável”.

O núcleo de Guimarães do Let’s Swap tenciona continuar a parceria com esses dois projetos ao terceiro sábado de cada mês, datas para as quais estão previstas as realizações dos mercados.

O Let's Swap visa promover “uma economia circular e de partilha, sensibilizando a comunidade para um consumo mais consciente”, pelo que tem vindo a “dinamizar mercados de troca de roupa e de livros em vários pontos do país, em parceria com “projetos locais com impacto social e ambiental”, lê-se no comunicado.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73