skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
07 outubro 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Turismo: Paço dos Duques com segundo melhor agosto da história

Redação
Cultura \ quinta-feira, setembro 08, 2022
© Direitos reservados
Total de 67.690 visitantes ficou somente aquém do número registado em 2019. Castelo atingiu quase 57 mil visitas, número aquém dos de 2017 e de 2019.

Inaugurado como museu a 25 de junho de 1959, após obras de requalificação que se estenderam por duas décadas, o Paço dos Duques de Bragança recebeu, em agosto, 67.690 visitas. Em mais de 60 anos aberto ao público, é o segundo maior número de entradas no mês que constitui o pico turístico de cada ano.

A afluência ao paço ducal do século XV constitui um aumento de 61% face a 2021, ano ainda condicionado pela pandemia de covid-19 (42.065 visitas), mas uma diminuição de 7% face a 2019, quando se consumou o melhor agosto de sempre: 72.764 entradas.

A tendência é semelhante no outro ícone do Monte Latito: o Castelo de Guimarães. No mais recente agosto, o monumento nacional recebeu 56.698 visitas, número que perfaz um acréscimo de 42% face a 2021 (39.959 visitas), mas uma diminuição superior a 10% face ao último ano pré-pandemia, que constitui recorde de afluência: em 2019, passearam junto às ameias 63.533 pessoas.

O total de 124.658 visitantes ao Monte Latito no último mês de agosto constitui uma descida de 8,6% face a período homólogo de 2019.

 

Mais estrangeiros do que portugueses

Tanto o Paço dos Duques como o Castelo receberam mais estrangeiros do que portugueses no último mês de agosto, assinalando-se a retoma de uma tendência interrompida pela pandemia de covid-19: em 2020 e em 2021, houve mais visitas de cidadãos lusos do que de outras nacionalidades.

O Paço recebeu, no mês passado, 43.895 visitas de cidadãos estrangeiros, o que corresponde a 65% do total, enquanto as do Castelo ascenderam às 36.301 (64%).  

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #35