skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
13 julho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

“Monumentos em Papel”: A história de S. Torcato imortaliza-se em duas obras

Bruno José Ferreira
Cultura \ sábado, junho 17, 2023
© Direitos reservados
Os monumentos e tradições, assim como a Romaria Grande, estão agora em 750 páginas de conhecimento nas duas obras publicadas sobre São Torcato.

 

A história da vila de São Torcato, seus monumentos e tradições, e o legado da Romaria Grande, passam a estar eternizadas com a publicação de duas obras literárias que foram apresentadas este sábado no Terreiro de São Torcato.

Dois “monumentos em papel”, conforme referiu Raul Pereira, autor das obras juntamente com Francisco Brito, que vertem "centenas de emails, muitas horas de conversa e muita pesquisa em 750 páginas". Assim se criam “duas obras importantes”, referiu Alberto Martins, presidente da Junta de Freguesia de São Torcato.

O edil da vila sustentou que “a fé em São Torcato vai muito para lá das fronteiras de São Torcato”, referindo que os livros divulgados são “obras fundamentais para o futuro”, afirmando a vila como uma referência para ser “uma atração do turismo religioso no concelho”.

Paulo Novais, Juiz da Irmandade de São Torcato, indicou que estas obras servem para “eternizar a tradição secular” de São Torcato, “carregando aos ombros a história dos nossos antepassados”, história essa representada através de “um trabalho intenso de investigação”, completou Paulo Lopes Silva.

Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães, catalogou os dois livros como objetos de “cultura e raiz da identidade”, enquadrando-os, portanto, como “obras diferenciadoras” com “criatividade assente no conhecimento”.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73