skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
27 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Morreu Adelino Rosas, pároco de São Martinho do Conde e de Infias

Redação
Sociedade \ segunda-feira, fevereiro 20, 2023
© Direitos reservados
Responsável pelas duas paróquias do Arciprestado de Guimarães e Vizela nos últimos 37 anos, o sacerdote católico estava internado no Hospital de Braga e morreu este domingo, aos 85 anos.

O padre Adelino Sousa Rosas morreu este domingo, aos 85 anos, deixando um legado de 37 anos à frente de duas das paróquias do Arciprestado de Guimarães e Vizela: São Martinho do Conde, no concelho de Guimarães, e Santa Maria de Infias, no concelho de Vizela desde 1998. O sacerdote católico estava internado no Hospital de Braga desde sexta-feira à noite, na sequência de um derrame cerebral ao qual não resistiu.

Nascido a 20 de dezembro de 1937, em Cossourado, no concelho de Barcelos, Adelino Sousa Rosas foi ordenado sacerdote a 15 de agosto de 1966, na Sé de Braga, e assumiu as paróquias vizinhas de Conde e de Infias em setembro de 1985.

Professor de português e de filosofia, o padre impulsionou a construção da nova igreja de Infias, inaugurada a 10 de setembro de 2002, e recebeu a medalha grau de mérito prata da Câmara Municipal de Vizela, em 2017. Várias entidades manifestaram o pesar pela morte do sacerdote nas redes sociais, desde a Junta de Freguesia de Infias ao Agrupamento de Escolas de São Bento, em Vizela, passando pelo Agrupamento 1129 do CNE, de São Martinho do Conde.

“Hoje, partiu um dos nossos. O senhor padre foi um exemplo de como um escuteiro deve ser, sempre pronto a servir o próximo. Não dizia que não a nada. Estava sempre alerta. Muito obrigado por tudo aquilo que fez por nós e nos ensinou ao longo dos anos em que esteve connosco. Vamos sentir muito a sua falta. Descanse em paz no eterno acampamento”, refere a mensagem do agrupamento.

Como foi decretada autópsia ao corpo, ainda não se conhece a data das cerimónias fúnebres, sendo certo que será depois de quarta-feira. Segundo o portal Digital de Vizela, o velório e o funeral terão lugar em Infias, com o cortejo fúnebre a seguir para Cossourado, onde o corpo do sacerdote irá a sepultar. A Câmara Municipal de Vizela anunciou que esse preciso dia será de luto municipal.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73