skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
21 outubro 2021
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Música: a eletrónica de André Gonçalves é mais um arauto do EGO da Capivara

Redação
Cultura \ quarta-feira, outubro 06, 2021
© Direitos reservados
O concerto do artista, 19.º do ciclo iniciado em 2017 pela associação cultural vimaranense, está agendado para 16 de outubro, na sede dos 20 Arautos, em pleno centro histórico.

Há praticamente quatro anos a dar música a Guimarães – arrancou a 11 de novembro de 2017, com o punk das norte-americanas Leggy e o rock dos espanhóis Albert Cavalier -, o EGO deambula pela eletrónica na próxima sessão, a 19.ª; André Gonçalves é o protagonista do concerto marcado para as 19h00 de 16 de outubro, um sábado, anunciou a Capivara Azul, associação responsável por este ciclo musical.

“André Gonçalves é um nome incontornável da música eletrónica nacional. Com quase duas dezenas de edições, entre trabalhos a solo ou em coletivos, só no último ano publicou três novas edições em nome próprio, Sheer & Swerve, Grnlr e Instrumentals”, lê-se no Facebook.

Outro dos trabalhos que distinguiu o criador foi Música Eterna (2015), no qual desafia as restrições de tempo e de meios em que a música se desenrola. A Capivara Azul menciona ainda que André Gonçalves é “um performer preciso e exigente” e “figura de proa na construção de sintetizadores modulares, com a marca Addac System”. A obra do artista lisboeta abrange também incursões pelas artes visuais e plásticas.

Quatro meses depois do concerto de Acid Acid, o EGO regressa aos 20 Arautos. Antes, já levou a música de nomes do Brasil (Bike), de Itália (Plastic Man) e de Portugal (Grandfather’s House, Krake ou Pedro Augusto) ao Centro para os Assuntos de Arte e Arquitetura, o Círculo de Arte e Recreio, ao Centro Pastoral da Oliveira ou no pátio da Santa Casa da Misericórdia de Guimarães.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #13