skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
20 julho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Neutralidade climática: Câmara apresentou “Pacto Climático de Guimarães”

Redação
Ambiente \ quarta-feira, maio 24, 2023
© Direitos reservados
Iniciativa que visa envolver cidadãos, empresas e instituições, no objetivo comum da neutralidade climática 2030.

A Câmara Municipal de Guimarães apresentou no Salão Nobre do município, o “Pacto Climático de Guimarães”, uma iniciativa que visa envolver cidadãos, empresas e instituições, no objetivo comum da neutralidade climática 2030.

A sessão contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, da Vereadora do Ambiente, Sofia Ferreira, e do corpo dirigente da Direção Municipal de Intervenção no Território, Ambiente e Ação Climática da Câmara Municipal.

Ciente da importância das alterações climáticas, o Município de Guimarães tem, ao longo dos últimos anos, desenvolvido um conjunto de ações que visam a mitigação dos efeitos das emissões, bem como a implementação de estratégias que resultam numa melhor adaptação do território, tornando-o mais resiliente.

Em 2013 o Município de Guimarães aderiu ao pacto de autarcas e, em 2020, conseguiu atingir o objetivo proposto pela União Europeia de redução em 20% das emissões dos GEE (Gases com Efeito de Estufa). Mais recentemente, em 2022, Guimarães foi selecionada pela Comissão Europeia para participar na Missão Cidades Inteligentes, juntando-se a 100 cidades europeias no desafio de atingir a neutralidade climática até 2030.

As diferentes publicações científicas relacionadas com as alterações climáticas, reforçam, no entanto, que a redução das emissões depende, por um lado, da implementação de medidas infraestruturais e, por outro, do envolvimento de todos os agentes do território e de toda a comunidade.

De acordo com Sofia Ferreira, “de forma a promover uma transição justa que compreenda fatores de ordem ambiental, económica e social, é importante este trabalho de envolvimento. Sabemos que é um desafio de grande complexidade, e que só será possível com a união e forte compromisso de todos.”

Atuando em conformidade com a União Europeia, o Município de Guimarães está comprometido com a adoção de estratégias eficazes na resolução da emergência climática atual, contando para isso com o apoio e esforço de diversos agentes para que, numa missão conjunta, a neutralidade carbónica seja alcançada em 2030.

Aos subscritores do Pacto Climático de Guimarães caberá, a partir do dia 5 de junho, Dia Mundial do Ambiente, o compromisso de: adotar estratégias de curto, médio e longo prazo com vista à descarbonização da atividade; liderar, capacitar e facilitar a adaptação da atividade às ambições de redução de emissões de GEE; envolver os vários agentes e entidades colaborantes; recolher dados, monitorizar e reportar os avanços alcançados para as metas de redução de emissões de GEE e de sustentabilidade; comunicar a mensagem e metas alcançadas, garantido a transparência dos processos e envolvendo todas as partes interessadas durante os mesmos.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73