skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
18 abril 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Nicolinas: o melhor carro das Maçãzinhas foi o da Martins Sarmento

Redação
Cultura \ sexta-feira, dezembro 15, 2023
© Direitos reservados
Aquela escola secundária venceu a edição de 2023 do prémio instituído no ano passado pela Câmara Municipal de Guimarães, com a Escola Profissional D. Afonso Henriques a obter menção honrosa.

Entre os carros alegóricos que desfilaram com estudantes em 06 de dezembro, dia de São Nicolau e do número das Maçãzinhas, o da Escola Secundária Martins Sarmento foi considerado o melhor pela Câmara Municipal de Guimarães, tendo, por isso, vencido a edição de 2023 do Prémio CMG – Melhor Carro das Maçãzinhas.

Instituído no ano passado, o prémio voltou a ser entregue na quarta-feira, com a professora responsável pela preparação do carro, Corália Moreira, a receber a distinção. Já a Escola Profissional D. Afonso Henriques foi agraciada com uma menção honrosa, recebida pela professora Marta Gonçalves, em representação da diretora.

A Escola Secundária Santos Simões, representada pelo seu diretor, Benjamim Sampaio, recebeu prémio de participação, enquanto a Escola Secundária Francisco de Holanda, sem representação na cerimónia, vai receber o prémio de participação a posteriori.

Em representação do júri, Marta Nuno, da Irmandade de São Nicolau, esclareceu que foram cinco os critérios para determinar a escola vencedora: relação do tema do carro com a tradição e a atualidade; criatividade; dimensão do carro; qualidade das peças apresentadas e participação dos estudantes na preparação do carro. A responsável destacou ainda o grupo de raparigas que tratou da decoração das varandas, numa mesa protocolar ainda composta por José Ribeiro, da Associação dos Antigos Estudantes do Liceu de Guimarães – Velhos Nicolinos, Eduardo Lobo, da Associação das Comissões das Festas Nicolinas, e Paulo Lopes Silva, vereador municipal para a cultura.

As Maçãzinhas são um número que envolve um cortejo de carros alegóricos, de onde saem os estudantes empunhando uma lança com uma ponta em metal com motivos trabalhados, enfeitada com várias fitas oferecidas por amigas e namoradas, e colocada na ponta de uma cana, onde se enfiam as pequenas maçãs para oferecer às raparigas que esperam nas varandas e que retribuem a oferta colocando na ponta da lança pequenos presentes.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: