skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
01 dezembro 2021
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Nó de Silvares: Hugo Ribeiro diz que "não há solução à vista"

Carolina Pereira
Política \ quinta-feira, novembro 04, 2021
© Direitos reservados
Em reunião de Câmara, oposição recordou o desnivelamento do Nó de Silvares como uma problemática prioritária a ser solucionada. Bragança acena com tramo entre a 206 e a variante de Creixomil.

O desnivelamento do nó de Silvares voltou a ser tema no salão nobre de Santa Clara. Durante a reunião de câmara realizada nesta quinta-feira, 04 de novembro, o vereador da oposição, Hugo Ribeiro, alertou que após todo o processo e investimento de 3,4 milhões de euros nessa estrutura, a contrariedade no congestionamento do trânsito “não foi bem conseguida”.

“Passadas as eleições, as problemáticas estão cá. Problemática que afeta automobilistas. Podemos sempre considerar que a obra é bonita, mas do ponto de vista da funcionalidade é uma desgraça, é uma vergonha”, reiterou Hugo Ribeiro.

O social democrata disse ainda que “Guimarães, a nível de mobilidade, é uma vergonha”, indagou o presidente da Câmara, Domingos Bragança, com algumas questões de forma a perceber a prontidão da situação: “Já diligenciou com as Infraestruturas de Portugal para resolver este problema? No que resultou? Quando é que um problema desta natureza será resolvido?”.

Domingos Bragança discordou do opositor, referindo a obra como “excecionalmente bem feita” e argumentou que “falta 10% para esta obra ficar completa”. Estatística que depende, segundo o presidente da câmara, da autorização de proprietários para a cedência de terrenos para um tramo complementar entre a variante de Creixomil a Nacional 206.

“A 206 não é utilizada. Podemos resolver com o tramo. Só há um problema: o proprietário tem outras ambições. Estamos a encontrar uma solução de compromisso que não prejudique o proprietário. Temos de resolver. Se entrar em expropriação demora mais tempo. E lançar a obra a concurso”, justificou.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #16